CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Ética e Moral

Artigo por Moisés Dias da Silva - segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Tamanho do texto: A A

Ética: Não é só uma palavra... Pratique!
Ética: Não é só uma palavra... Pratique!
Queremos começar este artigo com a seguinte citação de Mahatma Ghandi: "Vigie seus pensamentos; porque eles se tornarão palavras; vigie suas palavras, porque elas se tornarão atos; vigie seus atos; porque eles se tornarão seus hábitos; vigie seus hábitos, porque eles se tornarão seu caráter; vigie seu caráter - porque ele será o seu destino".

Estudar o que é certo e o que é errado, numa sociedade em que os valores morais estabelecidos estão invertidos, não é tarefa fácil. Do ponto de vista social podemos citar o lar como o indicador que orienta e desenvolve o sistema educacional, moral e ético que conduz os indivíduos a um comportamento diferenciado. Se quisermos fazer alusão à religião prática podemos dizer ainda que o Livro Sagrado, a Bíblia é um balizador da ação moral e ética da humanidade.

Ele é lâmpada que guia nossas ações na sociedade, no lar, e na comunidade religiosa. Molda nosso caráter interior e exterior. Permita-me fazer outra citação que considero relevante neste momento: "Nos Estados Unidos, a discussão pedagógica mais importante hoje é justamente sobre criar uma criança com valores éticos, com "inteligência moral", na definição do psiquiatra Robert Coles, da Universidade de Harvard.

No Brasil, o discurso é muito parecido. Os pedagogos, mesmo os mais liberais, defendem que é necessário impor limites. Não se deve esquecer da tarefa moral da inteligência, pois sem ela, formar-se-á uma geração eticamente incapaz de valorizar o próximo." Notamos ainda que a década de 1960 desabou sobre a sociedade uma revolução moral que fermentará durante anos. Em parte, ela era aceitável, especialmente por repudiar abusos do poder político, econômico e militar.

Entretanto, ao rejeitar as vias tradicionais, ela também mudou a moral sexual existente, e levou o indivíduo à extremos narcisistas, pois colocou em risco os ideais até então existentes de casamento e família, trabalho e governo. Por sua vez, isso provocou reações conservadoras, o que polarizou, moral e politicamente, as questões de direitos humanos, repressão à criminalidade, legislação sobre moral bem como de sexo e guerra. Nesse ambiente confuso o indivíduo deve escolher um caminho.

É o livre arbítrio. A escolha do bom caminho ou do mal caminho. Se de fato quisermos encontrar esse caminho e desempenhar um papel no diálogo da moral e da ética, precisamos buscar na educação do lar, que é o agente balizador das nossas ações morais, fundamentos, que só ele tem, que venham desenvolver nos filhos uma ética aplicável às inquietações do nosso tempo.

Nossa tarefa, no entanto, é alcançar esse objetivo, isto é, tentar responder os incômodos éticos atuais. A ética trata do bem, ou seja, dos valores e virtudes que devemos cultivar, e do direito dos quais devem ser as nossas obrigações morais. Ela avalia pontos de vista alternativos que é o bem e o direito; explora caminhos para alcançarmos o conhecimento moral que necessitamos; indaga porque devemos agir com correção e, a partir daí, conduz a problemas morais práticos, que estimulam assim pensarmos prioritariamente.

A ética não está interessada no que pensa a Antropologia e a Sociologia como Ciências Sociais do comportamento. A ética, como tal, está interessada menos no que de fato as pessoas fazem e mais no que elas devem fazer, menos no que são os seus valores atuais, e mais no que estes valores devem ser. Em muitos aspectos, a ética está muito ligada à religião do que a ciência social. Podemos dizer ainda, que a tradição judaico-cristã é uma das principais fontes históricas do Ocidente.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Moisés Dias da Silva

Doutorados em Teologia, Ciência da Religião; Mestre em Divindade e Ministério; Espec. Docência do Ensino; Filosofia; Psicopedagogia; Liderança; Bel Pedagogia e Teologia; Política e Estratégica (ADESG); Semi. de Ed. Sexual (SEDF/FHDF). Palestras em várias IES, Escolas no BR, na Europa, EUA e na Am Lat. em oito países. Mais de 40 anos de experiência no ensino.