artigo

domingo, 9 de setembro de 2012 - 15:40

Tamanho do texto: A A

Tipos de Avaliações Escolar

por: Fernanda de Sousa Barros Dias

Tipos de Avaliações Escolar
Tipos de Avaliações Escolar

 A avaliação se faz presente em todos os domínios de atividade humana. O "julgar", o "comparar", isto é "o avaliar" faz parte do nosso cotidiano. Como afirma Dalben (2005), seja através das reflexões informais que orientam as frequentes opções do dia-a-dia ou, formalmente, através da reflexão organizada e sistemática que define a tomada de decisões. Como prática formalmente organizada e sistematizada, a avaliação no contexto escolar realiza-se segundo objetivos escolares implícitos ou explícitos, que, por sua vez, refletem valores e normas sociais.



A avaliação escolar não acontece em momentos isolados do trabalho pedagógico: ela o inicia, permeia todo o processo e o conclui. A avaliação está estritamente ligada a natureza do conhecimento, e uma vez reconhecida essa natureza, a avaliação deverá ajusta-se a ela se quiser ser fiel e manter a coerência epistemológica. Assim percebemos que a avaliação não é apenas uma prática escolar, uma atividade neutra ou meramente técnica, e sim uma atividade dimensionada, de ciências e de educação, que irá traduzir a prática pedagógica. Na condição de avaliador, o Professor irá interpretar e atribuir sentidos e significados à avaliação escolar.



Existem vários tipos de avaliações onde o Professor conseguirá observar o desenvolvimento do aluno, um exemplo é a prova dissertativa onde o aluno coloca com suas palavras o que entendeu sobre o assusto. Outra forma de avaliar o aluno é com a auto-avaliação, pois através de algumas afirmações ele irá analisar e dizer como foi seu desenvolvimento. No contexto escolar avaliar não é somente atribuir uma nota a um aluno através de uma única nota que ele tenha tirado em uma prova, avaliar é bem mais que isso. Não se pode definir se o aluno sabe ou não apenas pela nota de uma prova, pois muitas vezes no dia daquela prova o aluno pode não estar bem emocionalmente, pode ter acontecido algo no caminho da escola ou outra coisa que lhe deixou abalado e por isso não fez uma boa prova.



A avaliação deve ser um instrumento no qual se possa identificar e analisar a evolução, o rendimento e as modificações do educando, confirmando a construção do conhecimento. Não ser usada apenas para dar satisfação aos pais do que foi aprendido ou não pelo aluno. A aferição de notas aos alunos, quase que na totalidade das vezes, serve apenas para classificar os alunos em aprovados e reprovados e não para medir nível de desenvolvimento. Sendo assim existem algumas modalidades de avaliação, que podem ser aplicadas na instituição escolar. São elas a avaliação diagnóstica, avaliação formativa, avaliação somativa, avaliação escrita, auto-avaliação e avaliação cooperativa.



A avaliação diagnóstica deve acontecer no início de cada ciclo ou ano letivo, pois assim fica mais fácil detectar os erros e planejar as atividades que serão realizadas. Avaliação formativa tem como propósito informar ao professor e aluno sobre os resultados da aprendizagem, durante as atividades escolares. Onde possibilita a reformulação no mesmo e assegurar o alcance dos objetivos. Tem o nome formativa, pois indica como os alunos estão se modificando em direção aos objetivos. A avaliação somativa tem a função de classificar os alunos ao final da unidade, semestre ou ano letivo, segundo níveis de aproveitamento apresentados. Objetiva avaliar de maneira geral o grau em que os resultados mais amplos têm sido alcançados ao longo e ao final de um curso.



CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Fernanda de Sousa Barros Dias

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acarau (2010). Pós-Graduada em Gestão, Coordenação, Planejamento e Avaliação Escolar pelo Instituto Superior de Teologia Aplicada (2012). Atualmente é Assistente Pedagógica no Instituto Superior de Teologia Aplicada. Atuando principalmente nos seguintes temas: Avaliação e Rede Pública.

Educação e Pedagogia