Músculos: Origem, Inserção e Função

O Músculo Trapézio
O Músculo Trapézio

Educação Física e Esporte

18/01/2013

Os músculos superficiais do dorso (trapézio e grande dorsal) conectam os membros superiores ao tronco e estão relacionados com os movimentos desses membros.

O Músculo Trapézio

Origem: Terço medial da linha nucal. Túber occipital e processos espinhosos de C7 a T12.
Inserção: Terço lateral da clavícula, acrômio e espinha da escápula.
Função: Eleva, retrai e roda a escápula. As fibras superiores elevam, as médias retraem e as inferiores deprimem a escápula. Roda a escápula.

Músculo Grande Dorsal

Origem: Processo espinhosos de T6 a T12, crista ilíaca e 3 a 4 costelas inferiores.
Inserção: Assoalho do sulco intertubercular do úmero.
Função: Estende, aduz e roda medialmente o úmero; levanta o corpo durante a escalada.

Músculo Levantador da Escápula

Origem: Tubérculos posteriores dos processos transversos das vértebras C1 a C4
Inserção: Parte superior da borda medial da escápula.
Função: Eleva a escápula e inclina sua cavidade glenóide para baixo através da rotação da escápula.

Músculos Rombóides: Maior e Menor

Origem: Menor: ligamento da nuca e processos espinhosos de C7 e T1 - é superior ao maior; Maior: processos espinhosos de T2 a T5.
Inserção: Borda medial da escápula a partir do nível da espinha até o ângulo inferior.
Função: Retrai a escápula e roda para abaixar a cavidade glenóide; fixa a escápula à parede torácica.

Os músculos extrínsecos são compostos pelos músculos superficiais e intermediários do dorso. Os músculos intermediários do dorso (serrátil posterior e levantadores das costelas) são os músculos respiratórios superficiais.

Existem dois músculos serráteis posteriores. Um superior que eleva as quatro costelas superiores, e um inferior que abaixa as costelas inferiores evitando que sejam puxadas pelo diafragma.

Os músculos levantadores das costelas têm forma de leque e são em número de doze. Elevam as costelas. Os músculos intrínsecos são os músculos profundos do dorso. São divididos em três camadas: superficial, intermédia e profunda.

Músculo Esplênio do Pescoço e da Cabeça

Origem: Metade inferior do ligamento da nuca e processos espinhosos de T1 a T6.
Inserção: Esplênio da cabeça: face lateral do processo mastóide.
Esplênio do pescoço: tubérculos posteriores dos processos transversos de C1 a C4.
Função: Isoladamente: fletem e rodam a cabeça para o mesmo lado. Em conjunto: estendem a cabeça e o pescoço.


Músculo Iliocostal (Porção lateral do Músculo Eretor da Espinha)

Divisões: parte lombar; parte torácica; parte cervical.
Origem: Origem comum - parte posterior da crista ilíaca.
Inserção: Ângulos das costelas.
Função: Unilateral: Flete lateralmente a cabeça ou a coluna. Bilateral: estendem a cabeça e parte da coluna (ou toda).

Músculo Longuíssimo (Porção intermédia do Músculo Eretor da Espinha)

Divisões: torácico; do pescoço; da cabeça.
Origem: Origem comum.
Inserção: Processos transversos das vértebras torácicas e cervicais além do processo Mastóide.
Função: Unilateral: Flete lateralmente a cabeça ou a coluna. Bilateral: estendem a cabeça e parte da coluna (ou toda).

Músculo Espinhal (Porção medial do Músculo Eretor da Espinha)
Divisões: do tórax; do pescoço; da cabeça.
Origem:
Origem comum.
Inserção: Processos espinhosos da região lombar superior e torácica inferior.
Função: Unilateral: Flete lateralmente a cabeça ou a coluna. Bilateral: estendem a cabeça e parte da coluna (ou toda).

Músculo Semi-Espinhal
Divisões: do tórax; do pescoço; da cabeça.
Origem: Processos trans-versos de T1 a T6.
Inserção: Metade medial da área entre as linhas nucais superior e inferior do osso occipital.
Função: Bilateralmente: estendem as regiões cervical e torácica da coluna. Unilateralmente rodam essas regiões para o lado oposto.

Músculo Multífido
Origem: Arcos vertebrais.
Inserção:
Processos transversos.
Função: Bilateralmente: estendem o tronco e estabilizam a coluna. Unilateralmente: flete o tronco lateralmente rodando-o para o lado oposto.

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.


Colunista Portal - Educação

por Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.

Portal Educação

PORTAL DA EDUCAÇÃO S/A - CNPJ: 04.670.765/0001-90 - Inscrição Estadual: 283.797.118 - Rua Sete de Setembro, 1.686 - Campo Grande - MS - CEP 79002-130