Férias, tempo de família

Férias, tempo de família
PEDAGOGIA
   
*João Luís Almeida Machado



Que tal aproveitar o tempo livre com seus filhos?

Não foram poucas as vezes em que ouvi os pais se lamentando em função da chegada das férias. Nada pode ser mais desanimador para as crianças do que saber que seus pais não ‘curtem’ a possibilidade de todos estarem juntos durante períodos mais longos de tempo. As férias existem também para isso, para estreitar os laços familiares, aproximar pais e filhos, criar espaços de diálogo e definir uma verdadeira amizade.

O tempo passa rapidamente e nem percebemos. De repente, nossas crianças se tornam adolescentes, estão às vésperas de exames vestibulares e, finalmente,
decolam para seus próprios vôos particulares. Quando abrimos os olhos ficamos nos lamentando dos momentos que não vivemos, das emoções que não extravasamos, dos beijos e abraços que não demos.

Ser pai e mãe envolve cobranças, castigos, ‘puxões de orelha’ e regras. Entretanto, temos que perceber a necessidade de uma presença mais carinhosa nessa relação entre pais e filhos. Brincar com os filhos em casa, ler histórias, assistir desenhos animados e tantas outras atividades aumentam a cumplicidade. Férias em família devem ser um momento de intensa união, de programas conjuntos, de diversão. É um tempo sem igual, que bem aproveitado pode ser relembrado ao longo da vida.

E não é necessário fazer estragos no orçamento doméstico para conseguir isso. Pelo contrário, as melhores fórmulas são justamente as mais simples e baratas. Uma volta de bicicleta na praça, uma visita ao clube, brincar com carrinhos ou bonecas na sala de casa, ler revistas em quadrinhos, fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeças ou mesmo visitar uma exposição podem ser ótimos programas aos olhos de nossos filhos.

Lembro-me dos dias em que íamos à praia. Brincávamos na areia com nossos baldinhos e nos banhávamos em mergulhos infindáveis. Tenho certeza que todos
nós conseguimos recordar situações em que estivemos reunidos com nossos pais, irmãos e amigos a jogar baralho ou jogar conversa fora lembrando histórias de extraterrestres ou de fantasmas ou ainda ajudando na cozinha à espera de algum petisco saboroso para acompanhar a ’Sessão da Tarde’.

É por esse motivo que fico indignado quando escuto as lamúrias dos pais quanto às férias escolares. As crianças em casa passaram a ser vistas como problema e gastos adicionais. A geladeira precisa estar sempre abastecida, é necessário agendar passeios caros, a insatisfação dos filhos parece sempre ser maior do que o contentamento e eles estão a todo o tempo nos nossos pés pedindo alguma coisa.

Não encarem as férias dessa maneira. Há muitos programas gratuitos ou baratos. Tornem a estadia em sua própria casa uma lembrança das mais agradáveis. Se os filhos forem crianças vocês podem relembrar brincadeiras de seu tempo de infância que provavelmente desconhecem, como esconde-esconde, cabra cega, amarelinha. Outras possibilidades são passeios de bicicleta, jogar bola...

Não se esqueçam de visitar amigos e parentes, de ir à casa de seus pais para que seus filhos tenham um contato permanente com os avós. Permitam que eles se encontrem com os primos, para que possam se divertir juntos. Não há carinho tão sincero na vida das crianças quanto aquele vivido em família.

Acima de tudo, caros pais, valorizem o encontro com seus filhos. Todos os momentos vividos são especiais porque permitem que vocês estejam juntos deles. O amor que existe entre vocês se torna ainda maior a cada novo dia compartilhado. O período de férias é a época do ano mais propícia ao estreitamento da união entre pais e filhos. Vivam esse período com grande intensidade. Isso será eternamente lembrado.



*Mestre em Educação,
Arte e História da Cultura e editor do Portal Planeta Educação.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Seja um colunista
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER