A importância das redes sociais para a educação

A importância das redes sociais para a educação
PEDAGOGIA
Rede social, em princípio, foi utilizada principalmente pelos jovens como mero "instrumento" de comunicação e com o único propósito de fazer contato com várias pessoas de seu interesse. Posteriormente, poucas pessoas não reconheceram o potencial dos recursos na formação de redes sociais, especialmente quando ocorreram situações de alto impacto social, tais como terremotos, tsunamis, eventos sociais, situações políticas e assim por diante. Recentemente, com a notável expansão das redes sociais, algumas instituições de ensino passaram a dar alguma atenção a esta nova forma de divulgação de informações entre os alunos.


Atualmente, essas pessoas têm encontrado ou descoberto algumas aplicações úteis na educação. As redes sociais podem gerar novas sinergias entre os membros de uma comunidade educativa, como por exemplo: facilita o compartilhando de informações envolvendo temas estudados em sala de aula, o estudo em grupo, a divulgação dos mais diversos conteúdos informativos, o compartilhamento de recursos (documentos, apresentações, links, vídeos) e, sobretudo, de projetos e fortalece o envolvimento dos alunos e professores e cria um canal de comunicação entre eles e outras instituições de ensino.


Com a utilização de um espaço de colaboração, como redes sociais, o professor por sua vez terá a oportunidade de verificar aspectos muitas vezes difíceis de serem identificados em uma sala de aula, como a capacidade de elaborar textos, melhoria do desenvolvimento na escrita, a pesquisa sobre um assunto, a apresentação de uma opinião e o debate entre os alunos.


A utilização das redes sociais como plataformas de ensino é uma opção para a construção do relacionamento entre os alunos e professores. Sendo assim, esses professores e alunos usam algumas redes para trocar experiências, avaliações e conteúdos com informações de aprendizagem em todos os níveis de estudos. As redes sociais têm sido utilizadas por professores como plataforma de intercâmbio de informação e comunicação. As redes sociais também podem ser usadas de inúmeras maneiras pelos educadores, tais como: criar comunidades de aprendizagem para a escola, classe ou disciplina; compartilhar metodologia, programas, informações e ideias com outros professores; gerar um relacionamento didático e dinâmico entre profissionais da área etc.


Existem várias aplicações que os alunos intuitivamente encontram para uso em educação, por exemplo, para compartilhar todas as informações, consultar notas e resultados de trabalho, participar de enquetes, questões de exame, esclarecimento de dúvidas, data de interesses da classe, estudos de caso, instruções sobre tarefas, dicas para elaboração e entrega do trabalho e assim por diante.

Outros benefícios que uma rede social criada para trabalhar com educação pode oferecer:
• Permite centralizar em um só lugar todas as atividades de ensino, professores e alunos de uma instituição de ensino;

• Aumento do senso de comunidade educativa para alunos e professores por causa do efeito de proximidade produzida pelas redes sociais;

• Aumento da fluência e facilidade de comunicação entre professores e alunos. Participação maior de todos os alunos – com os professores e alunos, promovendo a motivação dos alunos, pois sua opinião é lida por todos;

• Melhoria da eficácia do uso prático de Tecnologias da Informação e Comunicação para atuar como um meio de aglutinação de pessoas, recursos e atividades;

• Facilita a coordenação e o trabalho de vários grupos de aprendizagem (como no curso, turma, grupo de alunos de um curso), criando os grupos apropriados;

• Colaboração e conexão com estudantes. As instituições de ensino estão usando a rede social para facilitar a transição do estudante para se tornar um dos seus alunos, ajudando os dois grupos a se conectar e colaborar uns com os outros;

• Facilita a comunicação e a transmissão de informações entre os professores e os pais e mães.


Essa rede de relacionamento também pode acrescentar valores às instituições de ensino. Uma comunidade virtual bem focada e administrada poderia prover um elo entre o aluno e a instituição de ensino quando o mesmo não estiver mais nela, proporcionando também um espaço próprio para reencontros.


A rede social também pode ser uma espécie de “ponte” e canal de contato da instituição de ensino com as empresas e organizações. Proporcionando aos integrantes da instituição de ensino um ambiente de referência que possa auxiliá-los e orientá-los na realização de atividades profissionais e sociais, como por exemplo, redes de contatos e relacionamento para emprego. Estabelecendo novos mapas de relacionamento, da instituição de ensino com seus alunos já formados, empregados ou dirigindo empresas e organizações com as quais a instituição de ensino mantém ou pretende manter relacionamento. Com estes alunos egressos, integrados a empresas e organizações, a instituição de ensino poderá ter uma maior visibilidade e posicionamento para fins de pesquisa acadêmica, pesquisa colaborativa, transferência de tecnologias e ampliação do impacto social da universidade.


As redes sociais também poderão ser utilizadas para fornecer uma plataforma para organizar e transmitir eventos, incluindo a retransmissão de eventos ao vivo. Além de promover eventos específicos, algumas instituições de ensino utilizam as ferramentas para fornecer um lugar para a comunidade estudantil a se envolver e participar do evento que está acontecendo.


O aprendizado se substancia especialmente fora do espaço formal, daí a importância de incluir dentro do próprio ambiente acadêmico virtual espaços e informações que completem o processo de formação dos estudantes. Basta que as instituições de Ensino adaptem as ferramentas aos objetivos educacionais dos programas virtuais. Cada rede social possui distintas funções a disposição das instituições de Ensino, que podem testá-las aos poucos e avaliar a receptividade dos alunos e a influência dessas ferramentas no processo de ensino.


Referências Bibliográficas:

LORENZO, E. M. A Utilização das Redes Sociais na Educação. 3ª ed., Rio de Janeiro, Clube de Autores, 2013.

Eder Wagner Cândido Maia Lorenzo
Bacharel em Ciência da Computação. Especialista em Novas Tecnologias. Servidor Público Federal. Autor do Livro: "A Utilização das Redes Sociais na Educação".
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER