Lesões Traumáticas na Coluna Cervical

Lesões Traumáticas na Coluna Cervical
FISIOTERAPIA
As lesões traumáticas simples na coluna cervical são frequentes. Um destes tipos de lesões é a síndrome do chicote (Whiplash). É ocasionada por impactos indiretos, geralmente por colisões automobilísticas traseiras em baixas velocidades. Ocorre um mecanismo de energia de aceleração/desaceleração com transferência de força para região cervical. Também pode ser ocasionada por colisões laterais, mergulhos ou em esportes de alto impacto como boxe ou futebol americano O impacto pode resultar em lesões ósseas ou de partes moles que, por sua vez, podem levar a uma variedade de manifestações clínicas.

A dor desencadeada pelo whiplash pode não aparecer logo após o acidente, mas por vezes pode demorar horas para se desenvolver e depois permanecer por vários dias. Os sintomas incluem tonturas, dores de cabeça, dor ou rigidez no pescoço, mandíbula, ombros ou braços.

Os traumatismos mais graves podem causar fraturas, subluxações, lesões neurológicas graves e inclusive o óbito instantâneo por lesão medular.

As fraturas altas da coluna cervical envolvem as vértebras C1 (atlas) e C2 (áxis). Estas fraturas formam um grupo de lesões específicas que em geral não levam à lesão neurológica. O nível neurológico fatalmente leva a óbito nestes casos. Compreende as fraturas envolvendo:

- Fraturas do atlas: em geral não são cirúrgicas porque o canal medular é muito amplo e as lesões neurológicas são raras. O tipo mais conhecido é a fratura por explosão (fratura de Jeferson). É causada por trauma axial sobre a cabeça. O tratamento é imobilização.

- Fraturas do áxis: envolvem o processo odontoide. São de tratamento cirúrgico se houver desvio do processo odontoide. O tratamento mais indicado é a fixação com parafuso e imobilização.

- Fratura do enforcado: ocorre devido a uma força de arrancamento de C2 sobre C3, o que leva a um escorregamento de uma vértebra sobre a outra. O tratamento cirúrgico está indicado.

As fraturas da coluna cervical baixa compreendem os traumas entre as vértebras C3 até C7 e a transição com T1. Normalmente são tratadas com cirurgia e em grande parte dos casos implicam em danos neurológicos e sequelas permanentes.

Alterações Posturais
A manutenção de uma postura desequilibrada por período prolongado de tempo pode desencadear processos dolorosos na coluna cervical decorrentes da sobrecarga de estruturas articulares, musculares e ligamentares. Para um bom alinhamento a cabeça deve ser mantida na linha média do corpo.

As posturas inadequadas de cabeça e pescoço são as posições de protração (cabeça a frente da linha média do corpo) e de retração (cabeça atrás da linha média do corpo). Também pode haver inclinações laterais e rotações da cabeça.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER