Sulfur - homeopatia

Sulfur - homeopatia
FARMACIA
Sulfur homeopatia, cujo nome correto é Sulphur, em função do latim, é uma preparação homeopática produzido a partir de enxofre.

Sulfur em homeopatia, ou sulphur é muito prescrito para tratamentos de doenças de pele acompanhadas de urticária, queimaduras, ou mesmo odor desagradável (HOMEOPATIA GENERAL, 2011)

Como Sulphur é indicado no tratamento da psora, denominação dada pelo criador da homeopatia – Samuel Hahnemann, para descrever um dos três ‘contágios parasitários crônicos’ (SAKIYAMA, 2010), é possível elencar uma quantidade muito grande de indicações, pois segundo Hahnemann (1999), as doenças causadas pela psora são ‘quase que todas as formações fortuitas, desde a verruga comum até o maior dos tumores sarcomatodos; desde malformações nas unhas até o inchaço dos ossos e o encurvamento da coluna, bem como muitos outros amolecimentos e deformidades dos ossos, tanto em idade precoce quanto mais avançada, além de desordens sanguíneas, diarreias, constipação, convulsões, úlceras e inflamações crônicas.

Tal indicação é fácil ser compreendida ao buscar o princípio de homeopatia, de similia similibus curantur - “o semelhante será curado pelo semelhante” (WAGNER, 2006; FONTES, 2005; in CIM-RS, 2007), pois se uma pessoa ingerir enxofre irá apresentar sintomas como dores gástricas, diarreia, e em contato com a pele tende a causa urticária, inflamação, úlceras.

Se, por outro lado, ministra-se sulpur, em homeopatia, essa mesma substância, preparada homeopaticamente, a um enfermo que apresenta dores gástricas, diarreia, urticária com características semelhantes àquelas causadas pelo enxofre, obteremos como resultado a cura desses sintomas (DANTAS, 2010).

Não apenas em humanos, Sulfur homeopatia, é utilizado também na agricultura e pecuária com resultados promissores (TOLEDO, STANGARLIN e BONATO, 2009; PERES, SOUZA e BONATO, 2005).Segundo Bonato et al. (2007), a homeopatia utiliza substâncias diluídas e dinamizadas e vem se mostrando como uma ferramenta tecnológica com grande potencial para atender às exigências de uma agricultura mais sustentável. Além disso, segundo o mesmo autor, possui baixo custo e apresenta impacto ambiental irrelevante.

Por exemplo, Sulphur 12, 30 e 1 MCH em rabanetes aumenta diâmetro, porém, em calêndula, reduz massa fresca, massa seca e número de inflorescências (PERES, SOUZA e BONATO, 2005).
Além disso, Sulphur em 12 e 60CH minimizaram em praticamente 50% a severidade da doença pinta preta aos dez dias após a inoculação do patógeno, e aos quatorze dias em 12 e 30 CH, 49,58% e 34,02%.(TOLEDO, STANGARLIN e BONATO, 2009).

É importante, contudo, levar em conta a dinamização, ou seja, a ultra diluição requerida em homeopatia. Normalmente se utiliza passiflora, em homeopatia, na escala 30 CH, ou 30 centesimal hahnemanniano.Na escala centesimal a diluição é preparada na proporção 1/100, ou seja, uma parte do insumo ativo é diluída em 99 partes do insumo inerte, perfazendo um total de cem partes. Os símbolos conhecidos para identificar a escala centesimal são: C, ª, nenhuma indicação ou CH. Assim, C1, 1ª, 1 ou 1CH correspondem à pri­meira dinamização centesimal. Uma C2, 2ª, 2 ou 2CH representam uma segunda dinamização centesimal. Pelo mesmo motivo apresentado para a escala decimal, em nosso país é utilizado o símbolo CH para designar a escala centesimal preparada pelo método hahnemanniano (DANTAS, 2010).
 
Referências bibliográficas
BONATO, C. M. et al. Homeopatia simples: alternativa para agricultura familiar. Marechal Cândido Rondon, PR: Líder, 2007. 36 p.
CIM - RS. Boletim informativo.Estabilidade: Estabilidade: Formulações Homeopáticas. 3, Jul. 2007. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/boletimcimrs/estabilidade%20produtos%20homeop%C3%A1ticos%20-%20FINAL.pdf>. Acesso em: 28 maio 2012.
DANTAS, F. S. Curso de homeopatia. Portal Farmácia. Disponível em: <http://www.portaleducacao.com.br/farmacia/cursos/19/curso-de-homeopatia>. Acesso em: 29 maio 2012.
FONTES, O. L. Farmácia Homeopática: Teoria e Prática. 2. ed. Barueri: Manole, 2005. In. CIM - RS. Boletim informativo.Estabilidade: Estabilidade: Formulações Homeopáticas. 3, Jul. 2007. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/boletimcimrs/estabilidade%20produtos%20homeop%C3%A1ticos%20-%20FINAL.pdf>. Acesso em: 28 maio 2012.
HAHNEMANN, S. Doenças crônicas. 5 ed. São Paulo. Grupo de estudos homeopáticos de São Paulo “Benoit Mure”, 1999.
HOMEOPATIA GENERERAL. Sulfur homeopatia. 2011.  Disponível em: <http://homeopatiageneral.net/>. Acesso em: 30 maio 2012.
PERES, P. G. P.; SOUZA, A. F.; BONATO, C. M.. Efeito dos medicamentos homeopáticos Sulphur e Arsenicum album em algumas variáveis de crescimento de calêndula (Calendula officinalis L.).2005. Monografia (Curso de Especialização em Botânica Aplicada às Plantas Medicinais) - Universidade Estadual de Maringá. Maringá.
SAKIYAMA, D. T. P.. Avaliação dos medicamentos homeopáticos Sulphur 30CH e Calcarea carbonica 30CH para tratamento de vacas com mastite subclínica. 2010. Dissertação (Mestrado em Epidemiologia experimental aplicada às Zoonoses). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. Universidade de São Paulo. São Paulo.
TOLEDO, M. V.; STANGARLIN, J. R.; BONATO, C. M. Uso dos Medicamentos Homeopáticos Sulphur e Ferrum sulphuricum no Controle da Doença Pinta Preta em Tomateiro. In. Congresso brasileiro de agroecologia.6., 2009.Curitiba. Anais...Portal Dia de Campo. 2009.
WAGNER, H.; WISENAUER, M. Fitoterapia: fitofármacos, farmacologia e aplicações clínicas. 2.ed. São Paulo: Pharmabooks, 2006. CIM - RS. Boletim informativo.Estabilidade: Estabilidade: Formulações Homeopáticas. 3, Jul. 2007. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/boletimcimrs/estabilidade%20produtos%20homeop%C3%A1ticos%20-%20FINAL.pdf>. Acesso em: 28 maio 2012.

Ronaldo de Jesus Costa
Farmacêutico e Bioquímico Especialização em Farmacologia Mestre em Genética e Biologia Molecular Tutor de Ensino a Distância - Portal Educação
Seja um colunista
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER