Acordo entre Brasil e África permite abertura de fábrica de medicamentos contra AIDS

Acordo entre Brasil e África permite abertura de fábrica de medicamentos contra AIDS
FARMACIA
Moçambique receberá R$13,6 milhões do Ministério da Saúde para a instalação da primeira fase de uma fábrica de medicamentos contra a AIDS. Ambos os governos, brasileiro e moçambicano, estarão cooperados nesse projeto.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) será a responsável por aplicar os recursos no desenvolvimento do projeto, comprando todos os equipamentos e capacitando profissionais de saúde da África.

No início, o país africano terá o compromisso de embalar os medicamentos enviados pelo Brasil. Os aparelhos só serão enviados pela Fiocruz após a finalização das instalações. O acordo realizado entre os dois países tem como objetivo promover uma melhor qualidade de vida aos moçambicanos, segundo opinião do Ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

“A integração do Brasil e Moçambique neste projeto reforça a posição do Brasil como um dos principais países na produção de medicamentos, sem considerar o impacto social desta união”, explica o enfermeiro e tutor do Portal Educação, Alisson Daniel.

A expectativa é que a fábrica comece a funcionar no fim de 2010, na cidade de Maputo, capital de Moçambique. Além deste projeto, Brasil e África ainda têm outras iniciativas, como o Escritório Técnico de Moçambique da Fiocruz, lançado em outubro de 2008, com o intuito de haver uma cooperação internacional entre o Brasil e os países de língua portuguesa na área de saúde pública.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Seja um colunista

ASSINE NOSSA NEWSLETTER