Choque Elétrico

Choque Elétrico
ENFERMAGEM
As vítimas de choque elétrico sofrem um amplo espectro de lesões, indo de uma sensação transitória de desconforto por uma corrente de baixa intensidade a uma parada cardíaca por uma eletrocussão acidental.

As lesões do choque elétrico resultam dos efeitos diretos da corrente nas membranas celulares e nos músculos lisos dos vasos e na conversão da energia elétrica em energia térmica quando da passagem da corrente nos tecidos do corpo.

Os fatores que determinam a natureza e a severidade do trauma elétrico incluem a magnitude da energia oferecida, voltagem, resistência do fluxo de corrente, tipo de corrente, duração do contato com a fonte da corrente e o padrão da corrente.

A corrente de alta tensão geralmente provoca lesões mais graves, apesar da eletrocussão fatal pode ocorrer com correntes de baixa voltagem. A resistência da pele, o fator mais importante que impede o fluxo da corrente pode ser substancialmente reduzido pela umidade assim, transformando o que poderia ser uma lesão de baixa voltagem num choque com risco de morte.

O contato com correntes de 50-60 ciclos por segundo (frequência usada na maior parte das residências) pode causar contrações tetânicas da musculatura esquelética e impedir que a vítima se solte da fonte de eletricidade, causando assim uma exposição mais prolongada.

A frequência repetitiva da corrente alternada também aumenta a probabilidade da exposição da corrente ao miocárdio durante o período refratário do ciclo cardíaco e pode precipitar a fibrilação ventricular (FV), semelhante ao fenômeno R-no-T.

A corrente de fluxo transtorácica é mais provável ser fatal que o padrão de corrente vertical ou escarranchado. Contudo, o padrão vertical frequentemente causa lesão miocárdica o que é atribuído aos efeitos diretos da corrente e ao espasmo da artéria coronária.

A parada cardiopulmonar é a primeira causa de morte imediata relacionada à lesão elétrica. FV ou assistolia ventricular podem ocorrer como resultado direto do choque elétrico.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Seja um colunista

ASSINE NOSSA NEWSLETTER