Dispositivos de controle e proteção

Dispositivos de controle e proteção
INICIACAO-PROFISSIONAL
Os dispositivos de controle que estudaremos a seguir são uma evolução dos dispositivos de manobra (dispositivos de comando). Já os dispositivos de proteção têm como objetivo evitar as sobrecargas e curto- circuito.

Dispositivos de comando

Em circuitos bifásicos o interruptor deverá ser bipolar. No caso de sistema trifásico, o interruptor deverá ser tripolar, onde será possível o desligamento das três fases ao mesmo tempo. Essas chaves podem ser acionadas manualmente.

Outras, as chamadas chaves magnéticas, podem ser acionadas por eletroímã, que, quando alimentadas por circuito externo se magnetiza provocando o movimento de uma armadura que possibilita o fechamento do circuito. Podem ser de dois tipos: chave magnética protetora é de uma combinação de chave magnética com relés de proteção, normalmente relé de sobrecarga, visto que as chaves magnéticas simples não apresentam proteção contra sobrecarga, atuam apelas como elementos de comando; chave magnética combinada é a associação de chave magnética simples com fusível, disjuntor e relé térmico. É muito utilizada no acionamento de motores elétricos, onde seu acionamento e desligamento ocorre com muita frequência por meio de comandos vindos de diferentes pontos.

Contatores

Os contatores são dispositivos eletromecânicos que possibilitam a manobra de circuitos de longe por meio de um quadro de comandos. Trata-se de uma chave cuja operação não é manual e é capaz de conduzir ou interromper a passagem de corrente elétrica em condições normais de circuito, incluindo as sobrecargas previstas. São usados principalmente no controle de circuitos de potencia não indutivos e no acionamento de motores.

Pressostato

É um dispositivo de manobra que trabalha em função das pressões predeterminadas. É uma espécie de sensor que mede a pressão e aciona ou desativa o circuito dependendo de suas especificações predefinidas. É utilizado principalmente na indústria e em máquinas cujo controle de pressão se faz necessário. Ou seja, sua principal função é evitar sobre pressões ou sub pressões.

Termostato

Termostato é um dispositivo que tem como objetivo manter a temperatura de um sistema dentro de sua faixa de controle automaticamente. Desta forma, qualquer desvio em relação à faixa de controle (temperatura mínima aceitável até a temperatura máxima aceitável) ocasiona a passagem ou interrupção da corrente elétrica. Seu uso é frequente em geladeiras, ferros de passar e nos processos industriais que precisam se manter dentro das especificações de temperatura.

Relé térmico

São dispositivos que protegem os sistemas contra danos de origem elétrica (sobrecarga elétrica) que ocasionam aquecimento por passagem de corrente acima do especificado. É usado principalmente em motores elétricos para proteger os enrolamentos (seja do induzido, seja do indutor) dos efeitos deletérios do aquecimento acima das especificações aceitáveis.

Dispositivos de proteção

Os dispositivos de proteção têm como função essencial proteger os equipamentos contra curtos-circuitos e/ou sobrecargas.

Nas situações de curto-circuito, os dispositivos de segurança deverão interromper a passagem de corrente elétrica, minimizando os efeitos térmicos e mecânicos que pode ocasionar nos equipamentos. Essa interrupção deve ser rápida para que a proteção seja efetiva.

Fusíveis

O fusível vem sendo utilizado a mais de 100 anos como um meio de proteção contra as sobrecargas (altas correntes indesejáveis). Os fusíveis são dispositivos de proteção contra correntes de curto-circuito, podendo também atuar em circuitos sob condições de sobrecarga. Nas sobrecargas eles interrompem o fluxo de corrente.

Essa interrupção ocorre em função da fusão de um elemento fusível (elo), segundo o aquecimento resultante da sobrecarga que ocorrem durante a circulação dessa corrente.
São dispositivos de proteção de elevado leque de aplicações, com diferentes tipos construtivos, e que por isso mesmo devem merecer uma atenção especial na hora de escolher o fusível correto. Para fundamentar essa escolha, nada melhor do que a análise da função de cada componente de um fusível, pois assim, em caso de ausência de algum desses componentes, já é possível avaliar as consequências.

Fusíveis Cilíndricos

São utilizados na proteção principalmente de máquinas e painéis, e também modelos que podem ser utilizados nas instalações em geral. Devem ser instalados de forma que não apresente risco de toque acidental.

Normalmente trabalham com correntes nominais de 1 a 100A. Há disponível no mercado diferentes tamanhos. Funcionam bem em redes de tensão nominal até 500VCA.
Mas seu maior diferencial se destaca por apresentar uma alta capacidade de interrupção (100kA) em um produto extremamente compacto e inovador.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER