Classificação de produtos quanto à durabilidade e tangibilidade

Classificação de produtos quanto à durabilidade e tangibilidade
ADMINISTRACAO
Bens não duráveis

Tangível, de pouco uso (uma ou poucas vezes). Estratégia mais adequada é disponibilização em muitos locais, pequenas margens de lucro no varejo e anúncios maciços para induzir experimentação. Exemplo: bebidas e produtos de limpeza.

Bens duráveis

Tangível, usado normalmente durante um período de tempo mais longo. Estratégia está associada à venda pessoal e serviços, margem de lucro mais elevada no varejo e requer mais garantias do fabricante. Exemplo: vestuário e eletrodomésticos.

Serviços

Intangível, inseparável, variável e perecível. Normalmente exige mais controle de qualidade, credibilidade do fornecedor e adaptabilidade. Exemplo: serviços de beleza e assessoria jurídica.

Já quanto ao uso para consumo, eles podem ser classificados em função do hábito de compra, podendo ser bens de conveniência, de compra comparados, de especialidade e não procurados.

Classificação de produto quanto ao uso para consumo

Bens de conveniência


Comprados com frequência, imediatamente e sem esforço. Podem ser: básicos, como creme dental, que são comprados com regularidade; bens de impulso, como uma barra de chocolate, cuja compra é feita sem planejamento ou esforço de busca; e bens de emergência, como um pneu de carro para substituir um que estourou. A estratégia para bens de impulso e emergência é disponibilizá-los em locais onde os consumidores se sentirão estimulados a consumi-los ou encontrá-los com facilidade.

Bens de compra comparados


Durante processo de seleção e compra, consumidor os comparam em termos de adequação, qualidade, preço e modelo. Podem ser: homogêneos, quando são semelhantes em qualidade, mas com diferenças significativas em termos de preço; heterogêneos, quando diferenças concentram-se em aspectos cuja importância é maior do que a do preço. No caso de heterogêneos, estratégia deve buscar oferecer maior variedade para satisfação de gostos individuais do consumidor e, ainda, apresentar equipe de vendas bem treinada para informação e orientação dos consumidores.


Bens de especialidade

Apresentam características singulares ou identificação de marca pela qual os consumidores estão dispostos, de certa forma, a fazer um esforço extra de compra. Não envolve comparações e consumidores investem tempo e energia para chegarem até os vendedores, não importando a localização, o que torna a evidência dessa localização um aspecto a ser considerado pela estratégia de marketing.

Bens não procurados

Não são conhecidos pelo consumidor ou ele normalmente não pensa em comprar. Estratégia em relação a ele deve considerar propagandas e venda pessoal.

Com relação ao uso industrial, os produtos são classificados conforme à utilização pelas organizações. Segundo Las Casas (2008) podem ser:

Equipamentos de instalação e produção: são utilizados em processos produtivos ou para dar suporte a eles, como uma cortadeira ou um forno, por exemplo.

Componentes: produtos processados que fazem parte do produto acabado, como uma resistência de um chuveiro ou um sistema de injeção eletrônica de um carro.

Matérias-primas: produtos não acabados, utilizados para a produção de outros produtos acabados, como, por exemplo, couro para fabricação de sapatos.

Suprimentos: produtos acabados que não fazem parte de outros produtos, mas que contribuem para o processo de fabricação nas indústrias, como, por exemplo, produtos de higiene e limpeza, lâmpadas e outros.

Serviços: utilizados para completar ou ampliar benefícios a serem oferecidos aos clientes, como, por exemplo, programa de treinamento para utilização de um determinado equipamento ou software.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Seja um colunista
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER