Toque no voleibol

Toque no voleibol
EDUCACAO-FISICA

O toque é o elemento mais característico de um jogo de voleibol e deve ser dominado por todos os jogadores. Sua descrição será feita em duas etapas:

1 – Entrada sob a bola: Os joelhos e cotovelos devem estar semi-flexionados, os membros inferiores com um afastamento suficiente para proporcionar equilíbrio ao corpo. A bola deve estar exatamente acima da cabeça no momento do contato. Um pé deverá estar ligeiramente à frente do outro. As mãos devem estar com os dedos estendidos, com um formato arredondado para melhor acomodar a curvatura da bola.
2 – Execução: O contato com a bola deve ser feito com a parte interna dos dedos, com uma pequena flexão do punho. Os dedos devem encaixar perfeitamente na bola, como se fossem segurá-la. Os polegares são a base principal, auxiliados pelos indicadores e médios. Os anulares e os mínimos participam menos da execução. Os cotovelos e joelhos deverão estender-se simultaneamente impulsionando a bola (MACHADO, 2006).

As variações do toque (toque lateral, toque de costas) seguem o mesmo princípio básico. A única forma que tem uma diferença considerável é o toque em suspensão, onde o aluno deverá realizar um salto e tocar na bola no ponto mais alto possível.

Manchete

Deve ser realizada com os braços estendidos à frente do corpo. As mãos se unem de forma que seja conseguida a maior simetria possível, além de oferecer uma ampla superfície de contato. As pernas devem estar ligeiramente afastadas, com um dos pés estando um pouco à frente do outro, com os joelhos devendo estar semi-flexionados.

O corpo deve estar atrás da linha da bola, sempre direcionado para o local que se pretende enviar a bola. O contato com a bola deve ser feito com o antebraço, jamais com o punho. Deve ser feita uma extensão do joelho e do tronco, além de uma breve elevação dos braços, sem haver a flexão do cotovelo.

A manchete foi o último dos fundamentos a aparecer no jogo de voleibol. Como o saque foi ficando mais potente, e o toque, que era o recurso utilizado para a recepção não era mais tão eficaz, abrindo espaço para a implantação da manchete (BIZZOCHI, 2004).

Recepção

A recepção é geralmente realizada através da manchete, sendo utilizado o toque em algumas ocasiões. Tem como principais objetivos, primeiramente evitar que o saque do adversário se transforme em ponto; e posteriormente, buscar a máxima qualidade possível para facilitar as ações subsequentes da equipe.

A forma de o aluno intervir na bola vai estar diretamente relacionada à trajetória e velocidade da mesma. Sendo assim, em saques mais potentes, velozes o receptor deve tentar amortecer a bola, diminuindo sua velocidade. Quando o saque é mais fraco, mais lento, ocorre o contrário, ou seja, o receptor deve aumentar a velocidade da bola (RIBEIRO, 2004).

Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Confira o curso de Voleibol: Iniciação e Formação de Equipes. Conheça também nosso portfólio de cursos na área de Educação Física e Esporte.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER