A lei de Parkinson e a gestão de tempo

A lei de Parkinson e a gestão de tempo
ADMINISTRACAO
"O trabalho expande-se de modo há preencher o tempo disponível para sua realização." C. N. Parkinson, Se você tiver uma tarefa que demoraria 30 minutos para fazer, mas o seu prazo é de um dia, você provavelmente terminará ela em um dia. Se tiver uma reunião, que poderia ser feita em 10 minutos e você aloca 1 hora para ela, 1 hora será gasta. Essa é a essência da "Lei de Parkinson", revelada pela primeira vez em 1955, pelo historiador Cyril Northcote Parkinson, no The Economist. Parkinson disse: "O homem mais ocupado é o que tem mais tempo livre". Ou seja, as pessoas procuram trabalho para si mesmas; o que varia não é o tempo livre, mas a eficácia durante o tempo de execução.

Quando você tem pouco tempo para concretizar uma atividade, você tende a ser mais prático e objetivo, ter menos desatenções, foca em simplesmente terminar a tarefa no tempo que lhe resta. Quando o prazo é maior que o tempo da atividade, e você sabe que a tarefa só precisa de pouco tempo para ser resolvida, provavelmente você vai deixar para fazer a tarefa nas ultimas horas do prazo. Quanto mais ocupado você é, mais eficiente precisa ser. Quanto mais vazio for seu dia, mais tempo será consumido para realizar tarefas simples.

A Lei de Parkinson é aplicada em muitas áreas do conhecimento humano, na Gestão de Projetos, por exemplo, as atividades individuais com prazos limite raramente terminam antes do planejado, pois, as pessoas fazendo o trabalho tendem a ampliá-lo para terminá-la próximo à data estabelecida. Você poderá ver esta lei aparecer em suas atividades cotidianas. Não importa quantas coisas uma pessoa tem para fazer, ela vai concluí-las no tempo planejado. Isso nos leva à frase, "se você quer que algo seja feito, dê para alguém ocupado", pois parece que as pessoas ocupadas são melhores em "gerenciamento de tempo."

Para escrever esse artigo para o portal da educação, eu planejei 35 minutos. Se eu não tivesse planejado tempo algum e fosse escrevendo de forma livre, eu provavelmente iria desviar minha atenção, permitindo gastar tempo com atividades não relacionadas à tarefa estabelecida. O interessante da lei de Parkinson é que ela foi estendida para outras áreas e virou uma regra geral.

Veja alguns exemplos de outras áreas que podem ser explicadas pela Lei: O armazenamento de arquivos: "A quantidade de arquivos guardados se expande junto com o tamanho do armazenamento"- Aos gastos e orçamento: "A despesa se expande junto com a quantidade de renda."

Conclusão: Antes de fazer uma atividade, defina um tempo, e execute-a nesse tempo.

Clailton Luiz
Empresário no ramo gastronômico, Escritor, Teólogo, Especialista em Desenvolvimento e Gestão de Pessoas, Coach, Palestrante, Analista comportamental pela Coaching Assessment.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER