Como reciclar o E.V.A

Como reciclar o E.V.A
COTIDIANO
A Espuma Vinílica Acetinada, conhecida popularmente pela sigla EVA é comumente usada em artesanatos. Essa borracha é muito apreciada para esses trabalhos, pois é fácil de trabalhar e sua diversidade de cores é o que a torna uma opção para a confecção de diferentes artigos de decoração. Além disso, o maior mercado do uso de EVA se encontra na confecção de palmilhas para calçados. Porém, existe um sério problema que aflige quem utiliza a EVA, como reciclar essa espuma?

A EVA não é biodegradável o que dificulta sua decomposição nos aterros sanitários gerando um acúmulo, ainda maior, de lixo. Isso acontece porque o EVA é um derivado do petróleo e demora cerca de 400 a 500 para se decompor. A forma mais rápida de destruí-lo é aquecendo-o a 150°C. Após passar por esse processo a EVA vira um pó, que em nenhum momento é absorvido pela terra.

Bom, então é isso, queimar a EVA é a solução? Não é bem assim, o gás que é liberado durante a queima da EVA é o gás carbônico. Esse gás é extremamente poluente para o ar e contamina a atmosfera. A forma mais adequada de reciclar o EVA é fazendo artesanatos com esse polímero, pois assim ela não é descartada na natureza. Porém, em algum ponto da vida os artesanatos viram lixo e o problema de reciclagem do EVA começa outra vez.

Colunista Portal - Dia A Dia E Estética
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER