Osso hióide

Osso hióide
FONOAUDIOLOGIA
É um pequeno osso em forma de U orientado no plano horizontal superior à laringe, onde possa ser palpado e movimentando de lado em lado.

Os dois braços do U (cornos maiores) projetam-se posteriormente , a partir das extremidades laterais do corpo.

O osso hióide não articula com outro elemento esquelético nem na cabeça e nem no pescoço.

O osso hióide é uma ancora altamente móvel para muitos músculos e estruturas de partes moles na cabeça e pescoço. Esta na interface entre três compartimentos dinâmicos:

- Superiormente , ao assoalho da cavidade oral
- Inferiormente a laringe
- Posteriormente a faringe
- Palato mole

O palato mole é uma estrutura constituída por partes moles ,com forma de aba que insere como dobradiça na parte posterior do palato duro com a margem posterior livre.

Pode ser levado e deprimido por músculos.

O palato mole e estruturas associados podem ser vistos claramente através da boca aberta.

Músculos
Os músculos esqueléticos da cabeça e pescoço podem ser agrupados com base na função, inervação e derivação embiológica.

Na cabeça
Os grupos musculares não incluem:

- Os músculos extraoculares (movimentam a órbita e a abrem a pálpebra superior)
- Músculos da orelha média (ajustam o movimento dos ossos da orelha média)
- Músculos da face (determinam a expressão facial)
- Músculos da mastigação (movimentam a mandíbula/relacionam-se com à articulação temporomandibular)
- Músculos do palato mole(elevam e deprime o movimento)
- Músculos da língua (movimentam e alteram a forma da língua)

No pescoço
Os principais grupos musculares incluem:

- Músculos da faringe (fazem a constrição e elevam a faringe)
- Músculos da laringe (ajustam as dimensões da passagem do ar)
- Músculos infra-hióideos (posicionam a laringe e o osso hióide no pescoço)
- Músculos conatidos pela fáscia de revestimento (movimentam a cabeça e a extremidade superior)
- Músculos posturais no compartimento muscular do pescoço (posicionam o pescoço e a cabeça).
Relações com outras regiões

Tórax
A abertura superior do tórax projeta-se diretamente na base do pescoço. As estruturas que passam entre a cabeça e o tórax sobem e descem através dessa abertura e do compartimento visceral do pescoço. Na base do pescoço, a traqueia é imediatamente anterior ao esôfago ,que é anterior a lateral da traqueia.

Membros superiores
Há uma entrada da axila (porta para os membros superiores)a cada lado da abertura torácica superior na base do pescoço.

Estruturas como os vasos passam cobre a costela I quando estão entre a entrada da axila e o tórax.

Os componentes cervicais do plexo braquial vem diretamente do pescoço através da entrada da axila ,dirigindo-se para os membros superiores.

Características Principais

Níveis vertebrais C3/4 e C5/6
No pescoço os dois níveis vertebrais são:
Entre C3 e C4, aproximadamente na margem superior da cartilagem tireóidea da laringe (que pode ser palpada) e onde a artéria em cada lado do pescoço se bifurca em artéria carótida interna e externa.

Entre C5 e C4,que marca a faringe e laringe e o limite superior da traqueia e do esôfago – a identação entre cartilagem cricóidea da laringe e o primeiro anel traqueal pode ser palpada.

A artéria carótida interna no pescoço e sobe ao crânio para irrigar a parte do encéfalo. Também irriga o olho e a órbita. Outras regiões da cabeça e pescoço são irrigadas para ramos da artéria carótida externa.

Veias aéreas no pescoço

A laringe e a traqueia são anteriores ao trato digestório no pescoço e pode ter acesso direto a elas quando as partes superiores do sistema são bloqueadas. Uma cricotireotomia fazuso da via mais fácil de acesso através do ligamento cricotireóideo (membrana cicrovocal, membrana cricotireóidea) entre as cartilagens cricóidea e tireóidea da laringe.

O ligamento pode ser palpado na linha média e geralmente há pequenos vasos, tecido conjuntivo e pele (embora ocasionalmente um pequeno lobo da glândula tireoide - o lobo piramidal estão sobre ele. Em um nível mais baixo ,pode-se ter acesso cirúrgico às vias aéreas através da parede anterior da traqueia por traqueostomia. Esta via de entrada é complicada porque grandes veias e parte da glândula tireoide estão sobre esta região.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER