Intradermoterapia

Intradermoterapia
ESTETICA
Intradermoterapia
 
          É uma técnica que aproxima o medicamento do lugar da patologia. O medicamento estará presente no local afetado, onde vai agir. Por isso, doses mínimas de substância são suficientes. É um procedimento médico que apresenta bons resultados na melhora da celulite e gordura localizada, mas também vem sendo utilizado na flacidez dérmica, estrias e rugas.
          É um tema controverso e polêmico. É um método eficiente? Para o que se propõe? O que é exatamente Intradermoterapia?
          A intradermoterapia tem ação localizada e é realizada com o uso de agulhas muito curtas, injetando-se medicamentos que melhoram a circulação e medicamentos lipolíticos que "queimam" a gordura dos tecidos.
          Se um medicamento é ministrado por via oral ou por injeção circula pelo sistema vascular atingindo todos os órgãos. Embora um produto possa se concentrar mais em determinados órgãos, de maneira geral se distribuem por todo o corpo. Só uma pequena parte do medicamento vai para o órgão alvo, onde existe o problema. Portanto, da dose total recebida, apenas uma fração chega até o local que está doente. Por exemplo, se um paciente tem uma “inflamação” no joelho e recebe um anti-inflamatório, a medicação vai se distribuir por todo o corpo, atingindo os pulmões, o fígado, o outro joelho, enfim todo o organismo, e só uma pequena parcela vai atingir o joelho doente. A dose do medicamento é calculada baseada na parcela que age no ponto que este doente, e o restante acaba sendo inútil.
          O princípio básico da Intradermoterapia é a aplicação de medicamentos, próximo ao local onde vai agir. Então se a medicação é aplicada no local, estará presente no ponto alvo em altas doses, e quando é absorvida e distribuída pelo organismo, se dilui e tem seu efeito muito diminuído para os outros órgãos. Então, uma pequena quantidade aplicada no local alvo terá uma forte ação neste local, e quando absorvida e distribuída no resto do organismo haverá uma diluição e os possíveis efeitos colaterais serão muito diminuídos.
É óbvio que essa técnica não substitui qualquer dos tratamentos convencionais, mas tem algumas aplicações muito específicas onde pode ser útil. Portanto, Intradermoterapia é apenas uma maneira de administração de medicamentos.
          Os medicamentos usados são lipolíticos, ou seja, liberam a gordura do tecido, que não será reposta por causa da reeducação alimentar. Portanto, como todos os métodos estéticos de combate à gordura localizada e celulite, a Intradermoterapia só é eficiente associada à reeducação alimentar.
          A associação da Intradermoterapia a outros métodos é chamado Tratamento Combinado. Os métodos que são também utilizados na celulite e gordura localizada são a drenagem linfática manual ou eletrônica, o ultrassom, a endermoterapia, a carboxiterapia e a eletroestimulação.
Possíveis Complicações da Intradermoterapia:
  • Dor:
a) Dor devido à picada: ocorre pela ruptura da pele. Depende da agulha utilizada, sendo de maior ou menor calibre.
b) Dor devido à composição ou mistura injetada: depende do ph, da viscosidade, da velocidade e do volume administrado por unidade de microinjeção. 
  • Alergias:
Geralmente as alergias em Intradermoterapia são devidas a fenômenos locais. É importante a anamnese do paciente para que se possa investigar os antecedentes alérgicos. Em caso de dúvida, é possível fazer um teste prévio ao início das aplicações. Ex.: eritema local, choque anafilático (Reação Sistêmica).
  • Hematomas.
           É contraindicada para o caso de gestantes, pessoas com problemas cardíacos e sensíveis a medicamentos (sendo realizado um teste alérgico na própria clínica).
 
          Aplicações: mínimo de 10 (dez) sessões, de 15 (quinze) minutos cada, 1 (uma) a 3 (três) vezes por semana, com avaliações a cada 7 (sete) aplicações.
 
          A Intradermoterapia é uma técnica segura de tratamento quando realizada por médicos que conhecem a anatomia, a fisiologia do corpo humano e a farmacologia dos medicamentos. *
 

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER