artigo

terça-feira, 18 de junho de 2013 - 13:34

Tamanho do texto: A A

A importância do curso de informática

por: Diego Nunes Melgarejo

Ter noções de informática básica é essencial para mercado de trabalho
Ter noções de informática básica é essencial para mercado de trabalho

Ter os conhecimentos básicos em informática é fundamental para qualquer um, já que a tecnologia está intrinsecamente em nosso dia-a-dia. Hoje, é possível fazer quase tudo através de um computador e, quem não sabe nem como acessar a internet – porque, acredite, tem gente que ainda não sabe – com certeza ficará para trás.

O curso básico de informática ainda é o mais procurado atualmente e as escolas de cursos profissionalizantes ainda investem pesado nessa área. Conhecer o computador e seu sistema operacional, desde ligar e criar pastas na área de trabalho até às funções um pouco mais complexas; aprender a digitar de forma correta e, aos poucos, de forma mais ágil; acessar a internet; conhecer e utilizar alguns programas do pacote Office (Word, Power Point, Excel), esses são alguns dos assuntos que são abordados num curso de informática básica e são, sem dúvidas, de extrema importância para dar o pontapé inicial nesse universo da informação e tecnologia.

Um curso básico de informática varia de 50 a 100 reais, mas existem instituições aliadas com o governo e/ou prefeitura que oferecem esses cursos de informática totalmente gratuitos. Vale a pena procurar onde são oferecidos cursos gratuitos em sua cidade ou até mesmo investir nas escolas particulares de cursos profissionalizantes.

A importância do curso de informática está relacionada principalmente com a necessidade que o mercado de trabalho tem de pessoas que saibam como manusear um computador e suas funções. O fato é que muita gente sabe como manusear um computador, já que segundo uma pesquisa feita pelo Ibope em dezembro de 2012, existem 94,2 milhões de pessoas com acesso à rede mundial de computadores no Brasil e, por existir tanta gente assim é que o mercado está carente de profissionais que saibam mais que os demais. Ou seja, saber mais, nunca é demais!

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Diego Nunes Melgarejo

Acadêmico de Publicidade e Propaganda e estagiário na assessoria de comunicação do Portal Educação.

Informática