CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Arquitetura Sustentável

Artigo por Colunista Portal - Educação - sexta-feira, 23 de julho de 2010

Tamanho do texto: A A

O apelo pela sustentabilidade fez crescer nos últimos anos o número de áreas que assumem o compromisso de direcionar suas práticas de forma a minimizar os efeitos nocivos sobre o ambiente, entre as quais está a arquitetura sustentável. A Arquitetura Sustentável enfoca diferentes aspectos relacionados com a sustentabilidade, entre os quais a eficiência energética, reaproveitamento de materiais e certificação de toda a madeira utilizada.

Atualmente, já existe em algumas cidades legislação específica que determina que a construção de condomínios e edifícios, por exemplo, deve prever a implantação de sistemas que visem captar água da chuva para reutilização nas atividades externas de interesse comum, como por exemplo rega de plantas e limpeza de calçadas.

Além de captadores de água das chuvas, a arquitetura sustentável prevê também estratégias que visem reduzir o consumo de energia elétrica, como casas com amplas aberturas que permitem maior aproveitamento da luz natural. Além disso, a utilização de placas de energia solar também promove a redução do consumo de energia elétrica, já que os painéis fotovoltáicos fornecem energia elétrica para as lâmpadas e água quente para chuveiros e água das torneiras. A relação da construção com seu entorno também recebe atenção.

O reaproveito de materiais de construção é marcante nos projetos de arquitetura sustentável, já que o acúmulo de entulhos de construções constitui-se em um problema de ordem pública. Para que possa ocorrer o reaproveitamento de resíduos desta natureza em novos projetos arquitetônicos, a retirada e armazenamento destes materiais deve contemplar os objetivos da nova obra.

Entretanto, deve-se atentar claramente a um aspecto muito importante acerca das práticas sustentáveis aplicadas na arquitetura. A matéria-prima sustentável não é aquela retirada na natureza sem quaisquer cuidados. Por exemplo, a madeira utilizada em projetos arquitetônicos deve ter uma origem comprovadamente certificada, de forma que a sua retirada não comprometa a manutenção das populações naturais em condições viáveis de reprodução e sobrevivência. Este é problema é verificado especialmente com a retirada ilegal de madeira de lei, com enorme potencial para a movelaria.

Existem espalhados por todo o Brasil escritórios especializados em arquitetura sustentável. Assim como em todas as áreas da sociedade, precisamos atribuir cada vez mais um caráter sustentável às nossas ações, visando perpetuar um  meio ambiente ecologicamente equilibrado para as futuras gerações, e com a arquitetura não é diferente.

Autor: Carlos Rodrigo Lehn

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.