artigo

sexta-feira, 31 de agosto de 2012 - 15:52

Tamanho do texto: A A

Como escolher headfone profissional

por: Sylvia Simocelli

Diversos modelos headfone
Diversos modelos headfone
Quer um meio de se desligar do mundo? Use um headfone! Propício para ouvir sua música favorita no último volume sem incomodar ninguém.

Mas como saber qual o headfone ideal para o seu dia-a-dia? Aqui estabelecemos algumas dicas:
Hi-Fi (alta fidelidade): Se encontrar isso escrito na caixa do produto indica som de alta qualidade. O fone reproduzirá o som com a maior fidelidade possível ao som real minimizando os efeitos de ruídos e distorções. Frequência: medida em Hertz, ou Hz, ou KHz. Aparecerá assim na caixa: "Freqüência de resposta: 20 ~ 32.000 Hz". A frequência mais baixa (20Hz) representa o Grave e a frequência mais alta (32.000 Hz) o agudo. Sensibilidade: A capacidade de resposta que ele pode fornecer de acordo com a potência aplicada, no caso, do aparelho que ele está plugado. Quanto maior, melhor. Potência máxima: Quanto maior, mais alto o som. Impedância: Quanto maior, menor é o trabalho que você terá para mexer no botão de volume. Distorção harmônica total (THD): é a medida de quanto vai distorcer um sinal. Normalmente dada em porcentagem. Quanto menor, melhor. Componentes: Se for feito com ímã de neodímio terá maior qualidade sonora e diminui o vazamento de som.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Sylvia Simocelli

-Jornalista e Assessora de Imprensa na 8020 Marketeria Digital; -Community Manager Circuito 4x1 Campo Grande na QuatroxUM - Instituto de Ensino; - Analista de Mídias Sociais na MOB Comunicação 360º; - Assessora de Imprensa na AACC/MS - Assoc. Amigos das Crianças com Câncer; -Jornalista Programa Festas e Eventos TV; - Redatora na Revista Paladar; - Jornalista na OK Comunicações; Tanaweb e UNAES.

Dia a Dia