Defeitos Congênitos em cães e gatos

Defeitos Congênitos em cães e gatos
VETERINARIA
Hermafroditismo – o cão possui as duas gônadas: a feminina e a masculina.

Pseudo-hermafroditismo – o cão possui gônada masculina, vias genitais internas femininas e vias genitais externas masculinas, mas rudimentares.

Síndrome da persistência do ducto de Müller –
o ducto de Müller é a estrutura embrionária que origina o trato genital feminino. Quando o embrião possui o cromossomo Y, a célula de Sertoli secreta o fator inibidor de Müller (MIF), que faz involuir este ducto. Se isso não ocorrer, desenvolve-se um útero, mas o animal tem testículo, que fica aderido à extremidade cranial do corno uterino, e genitália externa de macho, podendo inclusive ser fértil, pois o útero pode possuir um ducto deferente e passar junto com o testículo pelo canal inguinal. Se os testículos não vierem para a bolsa escrotal, (criptorquidia) ele não será fértil.

Criptorquidia – no cão, os testículos descem normalmente ao escroto de seis a oito semanas de idade, mas em algumas ocasiões podem atrasar até os seis meses. O testículo que não desce pode ficar em qualquer ponto do trajeto. A criptorquidia pode ser uni (mais frequente) ou bilateral. O testículo que não está na bolsa sofre uma degeneração testicular (pelo aquecimento por estar interno ao corpo), fica diminuído de tamanho e com mais consistência. Microscopia: não se visualizam as células da linhagem seminal, que regridem até se tornarem ausentes, idealizando-se, apenas, algumas células de Sertoli. Ocorre hiperplasia das células de Leydig, deposição de colágeno e tecido conjuntivo no interstício, podendo ocorrer mineralização. Estes testículos têm maior probabilidade de sofrer neoplasias.

Hipoplasia testicular –
É causado pelo desenvolvimento anormal do epitélio germinal dos tubos seminíferos, que provoca redução significativa do número de espermatozoides, o que causa infertilidade. Durante a puberdade ocorre diminuição significativa de um ou ambos os testículos. É diferente de atrofia, na qual ele se desenvolve, mas regride.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Seja um colunista
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER