Psicologia - Sublimação

Psicologia - Sublimação
PSICOLOGIA
De acordo com a psicanálise, todos nós temos em nosso inconsciente mecanismos de defesa do ego que tem a capacidade de nos proteger de alguma coisa ou situação que consideramos ameaçadora, de modo que entrar em ação para reduzir nossas tensões psíquicas internas. Um deles é a sublimação.

De acordo com Jeammet et al (2000 p. 187) “a sublimação é um instinto dito sublimado na medida em que ele é derivado na direção de um novo objetivo não-sexual e que ele visa objetos socialmente valorizados”. Trata-se de um processo denominado por Freud para observar atividades direcionadas á arte e ao intelectual aparentemente sem relação com a sexualidade, mas que encontrariam energia na força do instinto sexual. A ressexualização dessas atividades provocaria estados patológicos e dificuldades na sua realização: como é o caso da inibição, por exemplo.

Podemos dizer que aquela energia que está associada a impulsos e instintos que não são aceitos perante a sociedade, por outra diferente que é aprovado pela sociedade em que se está inserido.

Referências Bibliográficas

JEAMMET, Philippe. Reynaud M. Consoli S. Psicologia Médica. 2 ed. Rio de Janeiro: Medsi, 2000.

Denise Marcon Gazal
Possui graduação em PSICOLOGIA pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (2005) e Pós-Graduação em Psicologia Organizacionaol pela UNIDERP/Anhanguera. Atualmente é tutor de educação a distância - Portal Educação. Tem experiência na área da psicologia social e organizacional.
Seja um colunista

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

ARTIGOS RELACIONADOS