Projeto Dia da Vovó na Escola

Projeto Dia da Vovó na Escola
PEDAGOGIA
Tema: dia da vovó na escola.

Período: de( 2 semanas)

Público alvo: alunos do jardim 2 professoras

Faixa etária: 4 a 5 anos

Justificativa
Na Educação Infantil é importante que a criança compreenda a sua origem, a ordem cronológica dos fatos e a importância da sua família.

É necessário que a criança encontre um ambiente acolhedor onde se sinta amada e querida por todos , onde possa experienciar várias situações diferentes, dentre elas receitas deliciosas, culturas, hábitos e costumes diversos. Que aprenda a ter bons modos e internalize valores morais, éticos e sociais e de respeito com os mais idosos percebendo que família e escola trabalham em parceria para o seu desenvolvimento. Em razão disso ninguém melhor que a querida vovó para ajudar a construir esse processo com suas experiências e suas guloseimas deliciosas.

O dia da vovó na escola não se resume em um só dia, mas em 2 semanas de atividades lúdicas e sistematizadas que terão sua culminância no dia de interação com a vovó na escola. Durante estas duas semanas trabalharemos a história de Chapeuzinho Vermelho levando doces para sua querida vovó, como ponto de partida de todo esse processo. A riqueza dessa história nos permitirá aprofundar no mundo da linguagem oral e escrita, lógico matemática, natureza e sociedade, artes, movimento, valores e virtudes, e temas transversais que também fazem parte da proposta curricular da Educação Infantil.

Objetivos Gerais:
• Promover e construir aprendizagem significativa pessoal, social e de conhecimento de mundo, além da formação da identidade e autonomia das crianças.

Específicos:
• A criança se reconhecer como sujeito da história;
• Interagir com outros momentos históricos e estabelecer comparações;
• Vivenciar práticas cotidianas do mundo social;
• Brincar, cantar, imaginar, fantasiar, dramatizar, desejar, a partir de situações concretas;
• Conhecer e aprender sobre variações textuais da linguagem escrita;
• Explorar atividades de alfabetização e letramento;
• Narrar, descrever, questionar, resolver situações problemas e construir sentidos sobre a natureza, a sociedade, a escola e a família;
• Internalizar valores morais, éticos e sentimentais da relação humana;
• Manifestar sua compreensão por meio de expressões artísticas;


Desenvolvimento
• Apresentar às crianças a história de Chapeuzinho Vermelho utilizando vários recursos, como livros de história, maquetes, dramatizações e outros;
• Estabelecer momentos de conversas informais aguçando as crianças a levantarem várias informações encontradas na história:
- Família de Chapeuzinho e as famílias de hoje;
- Convivência entre Chapeuzinho,mamãe e vovó e a convivência entre as famílias de hoje;
-Local onde se passa a história e o local onde vivemos;
- Meio utilizado por Chapeuzinho para se locomover e como nos locomovemos até a casa de nossa vovó hoje;
- Valores e virtudes da história e de hoje;
- O bem e o mal;
-Solidariedade do caçador e solidariedade nos dias de hoje;
- Culinária
- Animais(alimentação, classificação)
-Personagens – características

• Desenvolver atividades de leitura e escrita com palavras do texto, quantidades de letras e sílabas, sons das letras iniciais e finais, listas de palavras;
• Expressar por meio de desenhos a compreensão do aconteceu na história;
• Resolver situações problemas utilizando as operações de adição e subtração com numerais até 9 partindo de idéias do texto;
• Conhecer outras tipologias textuais utilizando idéias do texto: bilhetes, anúncios, receitas e outros.
• Trabalhar hábitos de higiene e cuidados que precisamos ter com os alimentos;
• Fazer e deliciar com uma receita culinária, trabalhando medidas, quantidades e ordem dos fatos;
• Confeccionar brinquedos , brincar e cantar as brincadeiras e músicas do tempo da vovó;
• Vivenciar um momento de interação com as vovós na escola estabelecendo com elas um diálogo sobre como eram as coisas do tempo da vovó e fazendo um lanche coletivo com uma receita deliciosa que a vovó sabe fazer;
• Construir um livro de receitas da vovó;

Avaliação

Acontecerá de forma contínua ao desenvolver cada atividade e também num momento com as crianças, em outro com as professoras e na reunião de pais com os pais onde todos deverão manifestar oralmente ou por escrito.
AUTORA Professora Míriam de Jesus Silva

Recursos
-Livros literários, maquetes, teatros, atividades orais e escritas, de movimento, artísticas, a família, receitas culinárias,músicas,etc.

Bibliografia
BECKER, Fernando. Da ação à operação: o caminho da aprendizagem em Piaget e Paulo Freire. Porto Alegre: Palmarina, 1993.
______________. A Epistemologia do Professor: o cotidiano da escola.Petrópolis: Vozes, 1993.
BRASIL, Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional.
BRESCIANE, Ana Lúcia. Formadora do Instituto Avisa Lá. (Revista Nova Escola – edição especial no. 15. AGOSTO 2007).
FERREIRO, Emília. Reflexões sobre Alfabetização. São Paulo: Cortez, 2002.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.
FREIRE, Paulo. Professora, sim tia, não: cartas a quem ousar ensinar. São Paulo: Olho d’água, 1998.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.
_______________. Educação e Mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.
_______________. Educação como Prática da Liberdade. Rio de Janeiro: Paz e
Terra, 1978.
_______________. Ação Cultural para a Liberdade. 3ª ed., Rio de Janeiro: Paz
e Terra, 1978.
FREINET, Célestin. Pedagogia do bom senso. São Paulo: Martins Fontes, 1991.
GADOTTI, Moacir. História das Idéias Pedagógicas. São Paulo: Ática, 2004.
KRAMER, Sonia. Com a Pré-Escola nas mãos: uma alternativa curricular para a educação infantil. São Paulo: Ática, 1989.
KRAMER, Sonia. Política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce. São Paulo: Cortez, 1995
LERNER, Delia. Ler e escrever na escola. Ed. Artmed,Porto Alegre, 2004
MACEDO, Lino de Macedo - Revista Nova Escola Ed. Especial no. (15, agosto, 2007)45
MACIEL, Diva Albuquerque. Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Leitura e da Escrita. Vol. I. Brasília: UNB-CEAD, 2004.
MORETTO, Vasco Pedro. Construtivismo: a produção do conhecimento em aula. Rio de Janeiro: DP & A, 2002.
Pesquisa PNUD, in Carta Capital, n. 346, p. 20, 2004.
PIAGET, Jean. et al. Educar para o futuro. Trad. Rui B. Dias. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1974.
SANTOS, Fabiana Marinho - Revista Nova Escola Ed. Especial no. (15, agosto, 2007)
SCARPA, Ester Mirian. Intonação e processos dialógicos: fusão ou diferenciação?, in Aquisição da linguagem, Série Estudoss, no. 11, Uberaba, MG,
2006.
SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. 2 ed. Belo Horizonte:Autêntica, 2004.
TEBEROSKY, Ana. Revista Nova Escola (Entrevista concedida em 2005)
VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagem. 2ª. Ed. São Paulo: Martins Fontes,
1989.
______________. A Epistemologia do Professor: o cotidiano da escola.Petrópolis: Vozes, 1993.

Miriam de Jesus Silva
Professora Míriam de Jesus Silva, Pedagoga e Especialista em Educação Infantil. 20 anos em sala de aula - sendo que 8 anos Ed.Infantil e 1º ano - Ensino Fundamental de 9 anos. email - miriamgoga73@gmail.com
Seja um colunista

ASSINE NOSSA NEWSLETTER