A importância de uma alimentação rica em antioxidantes naturais

A importância de uma alimentação rica em antioxidantes naturais
NUTRICAO
Embora reações de oxidação como a respiração e algumas funções imunes mediadas pelas células sejam fundamentais para a nossa vida, elas podem também ser prejudiciais porque produzem radicais livres que podem danificar ou causar a morte de nossas células.


Adicionalmente, os radicais livres são também continuamente produzidos em nosso organismo por fatores externos como fumo, fumaça de exaustão de automóveis, pesticidas e etc. Assim, uma hipercarga de radicais livres no nosso organismo leva ao estresse oxidativo, que está sendo sugerido como a causa de várias doenças como diabetes, arteriosclerose, câncer, AIDS, catarata, osteoporose, Alzheimer, Parkinson e outras.


Antioxidantes naturais são substâncias químicas naturalmente encontradas na composição de alimentos vegetais e possuem efetiva atividade antioxidante, sendo capazes de retardar ou inibir a oxidação de nossas células. O benefício do consumo dos antioxidantes naturais deve-se, essencialmente, a sua facilidade em remover os radicais livres do nosso organismo, interrompendo a reação em cadeia provocada por estes. Em função disso, os antioxidantes naturais vêm sendo vistos atualmente como um grupo de micronutrientes presentes no reino vegetal que é parte importante da dieta humana.


Os antioxidantes naturais encontram-se amplamente distribuídos em legumes, verduras e frutas. Alguns destes compostos são incolores, como os encontrados na cebola branca. Outros possuem cor, como no repolho roxo e casca da uva escura. Também são ricos em antioxidantes naturais o morango, maçã, ameixa, cacau, batata, tomate, feijões, trigo e seus derivados, aveia, brócolis, espinafre, azeite de oliva e bebidas como o café, chá e vinho tinto, além de temperos como orégano, alecrim, canela e cravo. Sementes como tamarindo, canola, sésamo, linhaça e girassol são outras possíveis fontes desses fitoquímicos.


Pesquisas científicas têm mostrado que o consumo regular de antioxidantes naturais diretamente dos alimentos pode ser mais eficaz no combate aos radicais livres do nosso organismo do que um suplemento antioxidante. Adicionalmente, o elevado consumo de suplementos antioxidantes pode resultar em um indesejável efeito pró-oxidante em nossas células. Assim, a indicação de suplementos antioxidantes deve ser feita e acompanhada por um profissional habilitado e apenas em casos de real necessidade.

Maria de Lourdes Reis Giada
Graduação em Nutrição pela UFRJ.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER