A importância do diálogo no relacionamento

A importância do diálogo no relacionamento
MEDICINA
A comunicação é um dos artifícios que o ser humano dispõe para resolver suas diferenças, é por meio dela que as pessoas engajadas em um relacionamento devem resolver suas diferenças e harmonizar a relação.

Na antiguidade a mulher era tratada como um objeto sexual, sendo assim seu poder de fala era mínimo, transformando o homem no ser prioritário da relação, ele que já, perante a sociedade, possuía o poder irrestrito.

Ao longo da evolução natural da humanidade, este problema de comunicação foi aos poucos melhorando, mas ainda percebemos resquícios da dificuldade de diálogo no relacionamento o que acaba interferindo negativamente na vida do casal, principalmente nas relações sexuais.

Para o crescimento humano, a comunicação se faz essencial, em um relacionamento, a comunicação aberta e honesta entre os parceiros é um dos fatores para que a união seja satisfatória.

Os casais que apresentam um melhor nível de comunicação demonstram maior facilidade para um ajustamento conjugal e parecem apresentar melhores estratégias para a resolução de problemas.

Assim se faz com o diálogo que difere da comunicação porque envolve interação entre duas ou mais pessoas, já a comunicação é a transmissão de uma mensagem e o recebimento de outra.

Por isso o diálogo seria mais interessante para um casal, já que ele envolve mais dinâmica entre o casal. Algumas pessoas acham que o diálogo em um relacionamento não faz muita diferença, se enganam, já que um relacionamento prevê respeito mútuo, descoberta do outro, alcance de um objetivo em comum. Como alcançar tudo isso sem ao menos perguntar ao outro a melhor forma de fazê-lo?

Quando abordamos sexo individualmente, cada um apresenta um jeito que gostaria de serem tocadas, novas posições ou brincadeiras que gostaria de tentar, falam sobre seus desejos mais íntimos, quando o assunto é tratado em conjunto à tendência é a má administração das palavras e sentimentos.

A comunicação é utilizada para realização de campanhas públicas referentes à saúde, é utilizada para projetos de prevenção, em consultórios médicos e no ambiente de trabalho.

Quando se fala em comunicação no que diz respeito ao relacionamento de casal, o assunto muitas vezes está relacionado a problemas como discussões, violência doméstica, divórcios e, não são raros casos em que até os filhos ficam prejudicados por problemas de comunicação entre os pais.

A melhora da comunicação a dois envolve algumas tarefas que por muitas pessoas podem ser consideradas árduas, mas se pensarmos que o casamento é constituído para além de dar continuidade à sociedade, também para evitar a solidão, dialogar é a melhor maneira de se manter vínculos, principalmente os afetivos.

Algumas pessoas recorrem a terapia para resolver seus problemas de comunicação, outras se entregam a vícios, algumas tentam de forma ineficaz, projetar suas vidas no trabalho o que acaba criando um imenso vazio.

Comunicação satisfatória com o parceiro em três passos:

• O primeiro passo para o diálogo dentro do casamento é a intenção, após construí-la, é fundamental achar um assunto, não necessariamente precisa ser direcionado ao relacionamento, pode ser direcionado a assunto de preferência;
• O segundo passo é a abertura, estar aberto para falar e também para receber as respostas;
• O terceiro passo é a insistência, afinal ninguém nasce sabendo os erros vão ocorrer, mas com o tempo iremos aprender a driblá-lo.
A comunicação e o diálogo são tratados inclusive em poemas, veja a seguir o de Carlos Drummond de Andrade:

Até Carlos Drummond considerava que a comunicação é algo inerente ao ser humano, por que desconsiderar sua importância no relacionamento, se ele é quem mais carece deste hábito?

Muitas pessoas confundem a discussão com a comunicação por isso encontram grandes problemas para se relacionar. Ao longo do curso, falamos da sexualidade e da descoberta dela, de como ainda somos julgados por algumas escolhas, de como tudo começou a mudar.

Com a comunicação não é diferente, antigamente ela era direcionada para o sexo masculino e por isso ainda carrega, principalmente dentro do relacionamento uma carga de machismo.

Percebemos ao longo dos anos que a mulher tem também grande peso nas relações familiares, na comunicação entre pai e filho, nas escolhas do marido, na ordem dentro do lar e na resolução de problemas e, mais recentemente, em grande parcela do orçamento familiar.

Com a comunicação, a pessoa é capaz de desenvolver maior intimidade durante o relacionamento, dessa forma a necessidade de procurar fora do relacionamento o que pode e deve ser achado dentro vai cada vez mais saindo do casal.

É importante tentar se posicionar na frente do seu parceiro e perguntar sobre os desejos, prazeres e receios. Durante os momentos íntimos perguntar se o que está fazendo está do agrado do outro e, se possível, melhorar.

Já se perguntou se existe uma real comunicação entre você e seu parceiro? Se a resposta for negativa, procure se ajustar para que a comunicação passe a existir, se a resposta for positiva continue se comunicando e não caia na rotina. Se possível, tente atitudes diferentes, bilhetes pela casa, mensagens ao celular, isso com certeza irá levar sua relação a outro padrão.

Leve mais interatividade para o programa a dois, mesmo que o programa envolva somente passar algum tempo juntos, muitas vezes a diferença está na interação mais profunda entre duas pessoas.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER