Sociedade Capitalista

Sociedade Capitalista
MARKETING

Karl Marx criticava o capitalismo de forma evidente, pois não aceitava o modo de produção que era imposto, as pessoas vendiam sua força de trabalho por baixos salários, acumulando riquezas para os donos das indústrias, gerando a mais-valia, mas essa se concentrava nas mãos de poucos, porém era necessário o trabalho de muitos para tal resultado. Mas para Marx o ser humano não deveria adquirir mais do que necessitava para sobreviver, aí chegamos às contradições, quem trabalha, não recebia nem o necessário para seu sustento, e quem possuía o capital gerava lucros. É contraditório constatar que muitos daqueles que produzem não têm acesso aos produtos por eles produzidos, pois o dinheiro que recebem não dá a eles essa possibilidade; por isso, não tem acesso à educação de qualidade, a moradia, a saúde e a tantos outros bens privados que somente os detentores do capital podem ter acesso.

Dessa forma o capitalismo gera uma sociedade desigual, fazendo com que algumas pessoas tenham todos os seus direitos básicos de sobrevivência garantidos, enquanto outras vivem em condições desumanas de habitação, saúde, higiene, educação, entre tantos outros de que são privadas gerando graves manifestações da questão social. Porém esse cenário vem mudando com o passar dos anos, a questão social está sendo mais discutida devido à declaração dos direitos humanos, na qual todas as pessoas devem ter seus direitos garantidos. As empresas estão valorizando mais seus funcionários devido à força sindical que as fiscaliza para que as leis trabalhistas se cumpram na sua totalidade. Ainda temos pessoas em situação de vulnerabilidade social, mas os números vêm diminuindo de acordo com o Censo 2010 realizado pelo IBGE¹, no qual foi analisado que as taxas de analfabetismo, mortalidade infantil e desemprego diminuíram, exceto na região norte do país, onde a taxa de idosos analfabetos, e de pessoas que não possuem emprego é elevada. Mas as taxas de renda per capita não deixam a desejar, a maioria da população possui uma renda maior que meio salário mínimo mensal por pessoa, mas não devemos esquecer que isso se deve a busca inconstante do ser humano de mudar a sua realidade, através das lutas sindicais, dos questionamentos a respeito das situações vividas que eram contraditórias aos direitos humanos. Mas ainda existem carências sociais em determinadas regiões do país, que devem receber mais atenção por parte dos governantes, para que tenham as melhorias merecidas.

De acordo com o livro “Questão social particularidades no Brasil”, de Josiane Soares Santos, esse avanço se deve a crise do capitalismo, quando as condições democráticas são estabelecidas: “Cabe lembrar que esse avanço civilizacional não ocorre, entretanto, associado ao ‘fordismo à brasileira’, e sim a sua crise, quando são reestabelecidas as condições democráticas. Isso significa esclarecer que sua tardia formulação tem os maiores impactos quanto as possibilidades de sua efetivação” (Santos, 2012, p. 189). Então podemos dizer que estamos vivendo em uma sociedade que caminha para a melhoria das questões sociais, com enfrentamentos e questionamentos, porém, tem-se muito a fazer ainda, pois ainda temos uma democracia incompleta, pois para que cheguemos a sua totalidade, necessitamos de igualdade entre toda a população.

Com esse estudo pode-se concluir que o nosso país vive um momento de transição no qual temos um grande avanço em relação ao enfrentamento das questões sociais como condições de moradia, educação e trabalho da população, mas ainda existem desigualdades sociais, e essas devem ser priorizadas no momento, pois não se pode retroceder. As contradições do sistema capitalistas estão enraizadas na sociedade, porém estão diminuindo devido ao poder constituinte da carta magna, na qual os direitos humanos são priorizados, aumentado a esperança daqueles que querem um país melhor para todos.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira o curso de Marketing Social. Conheça também nosso portfólio de cursos na área da Marketing e Design.

 

Franciele de Quadros Colombeli
Professora de anos iniciais e Assistente Social, cursando especialização em Gestão Social.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER