Como descobrir quais profissões me interessam

Como descobrir quais profissões me interessam
INICIACAO-PROFISSIONAL

Muitos jovens entre seus 17 anos, só se dão conta de que precisam escolher uma profissão, no momento em que preenchem a ficha do vestibular, requer a marcação da área de atuação e profissão que deseja exercer. Neste momento, podemos usar a frase de um famoso escritor renascentista: “Agora é tarde, Inês é morta!”.

No entanto, sempre existe a possibilidade de se evitar tal situação é o que demonstraremos a seguir:


CONHEÇA A SI PRÓPRIO

Antes de tudo, para descobrir quais as profissões que mais lhe agradam, é necessário que você inicie um processo de autoconhecimento. Para isso, é necessário uma autorreflexão, buscando em seu interior, suas características, seus interesses, suas maneiras de se inter- relacionar com as outras pessoas, de forma a mapear suas forças e suas fraquezas.

Descubra quais são seus interesses:

- O que você gosta de fazer?

- Quais atividades ou assuntos despertam seu interesse?

- Você gosta de desafios ou prefere situações mais tranquilas?

- Que tipo de profissionais admira, que características pessoais eles têm?

Para facilitar o entendimento, deixamos aqui, um conjunto de interesses e seus significados.

Interesse Científico - Lidar com conhecimentos, descobrir algo novo, fazer pesquisas no campo das ciências.

Interesse Numérico - Lidar com números, cálculos matemáticos concretos e abstratos.

Interesse Tecnológico - Aplicar conhecimentos de tecnologia para o progresso e bem estar da vida humana.

Interesse Persuasivo - Relacionar-se com o público, transmitir ideias, influenciar pessoas, argumentar para convencer e modificar comportamentos.

Interesse Administrativo - Lidar com planejamentos, controle e direção de pessoas e empresas, coordenar grupos e projetos, entre outros.

Interesse Serviços de Escritório - Gostar da ordem na estruturação de atividades, arquivos, classificação de materiais, correspondências, etc.

Interesse Trabalhos Manuais - Realizar atividades diversas tais como consertar aparelhos, instrumentos, motores, instalações, bordar, operar equipamentos, etc.

Interesse Artístico-Plástico - Gostar da beleza expressa através de formas e cores, atividades criadoras e de livre expressão, etc.

Interesse Artístico-Musical - Ouvir música, cantos, ir a concertos, tocar instrumentos, estudar teoria musical, fazer composições, apreciar as artes musicais, shows, etc.

Interesse Artístico-Dramático - Gostar de teatro, cinema, apresentação de óperas, danças, balé, circo, etc.

Descubra quais são suas características:

- Como você se coloca diante das situações enfrentadas no dia a dia?

- Como você se relaciona no seu círculo social?

Cada pessoa tem características que costumam estar destacadas e outras menos. Para facilitar, eis alguns traços que podem ajudá-lo nesse processo de autoconhecimento:

Sociabilidade - Ter facilidade de relacionar-se, fazer contatos com pessoas.

Dinamismo/Atividade - Ter disposição para agir, realizar atividades, condição de dispensar energias de forma intensa, necessidade, satisfação em entrar constantemente em ação.

Iniciativa - Imaginar, procurar soluções, decidir frente a situações diferentes.

Liderança - Ter capacidade de organizar, planejar, liderar e conduzir grupos, saber dividir responsabilidade e obter colaboração efetiva.

Emotividade - Ter predisposição para emocionar-se facilmente frente a situações agradáveis ou desagradáveis, domínio de sentimentos.

Disciplina - Saber trabalhar com método e aceitar limites adaptar-se a normas de trabalho preestabelecidas e seguir regulamentos.

Autocontrole - Controlar as reações emocionais ou expressá-las de maneira socialmente aceitável.

Perseverança - Prosseguir/concluir atividade iniciada, apesar das dificuldades a serem enfrentadas.

Concentração - Envolver-se em uma atividade e impedir que estímulos externos venham afetar a realização dessa atividade ou proposta.

Egocentrismo - Buscar, antes de tudo, satisfação pessoal, necessidades/desejos e interesses próprios; a busca de autopromoção sem levar em conta os outros.

Empatia - Tender a se colocar no lugar de outros, perceber suas realidades, dificuldades e alegrias.

Dica Importante: Se houver condições, vale a pena refletir sobre a possibilidade de desenvolver um trabalho de orientação vocacional, mas tenha cuidado na escolha do profissional ou da empresa. Procure fazer uma pesquisa, busque indicações, ligue para os órgãos de proteção ao consumidor para verificar se há reclamações, entre outras medidas para se proteger de fraudadores.


BUSQUE INFORMAÇÕES SOBRE AS PROFISSÕES

Baseado em seus interesses e características pessoais, você conseguirá restringir o seu campo de interesse profissional.

A partir deste ponto, você conseguirá definir em quais áreas de atuação gostaria de atuar. Será importante conhecer os cursos dessas áreas definidas por você, sendo necessário levantar uma série de informações como:

- Quais as atividades desenvolvidas;

- O que é preciso para ser um bom profissional;

- Quais os conhecimentos necessários para desenvolver uma carreira;
- entre outras características.

Outras informações sobre as profissões que podem ser levantadas:
- Como é o curso de formação para esta profissão;

- Qual a sua duração;

- Quais os tipos de disciplinas;

- Se existe um conteúdo prático;

- entre outros.

Uma boa maneira de conseguir estas informações, além de visitar as próprias faculdades, são palestras, “feiras de profissões”, jornais através de seus encartes de empregos, revistas especializadas e a internet que facilmente fornecerá as informações que procura.

Ainda no sentido de conhecer algumas profissões, é interessante conhecê-las no campo, ou seja, através de contato da rotina destas atividades, tentando passar algumas horas em locais que desenvolvem a profissão que você escolheu, como: hospitais, escritórios de advocacia, consultórios de odontologia e demais profissões que estejam entre suas opções.

Isso permite apresentar a realidade prática da profissão que talvez não seja o que você tenha imaginado ou, seja muito melhor do que você imaginava...

 

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER