Mindset ágil: como desenvolver a soft skill para ter uma mentalidade flexível

Mindset ágil: como desenvolver a soft skill para ter uma mentalidade flexível
INFORMATICA

A Transformação Digital já se tornou um 'must-have' da continuidade dos negócios das empresas, independentemente do tamanho delas. Quem não está de olho nesse movimento precisa correr atrás do tempo perdido, e, neste sentido, um mindset ágil pode encurtar distâncias.

Esse processo não se resume em levar tecnologia para dentro da companhia. Transformação Digital mexe com toda a estrutura da organização, inclusive na questão comportamental, sempre com foco em excelente desempenho e resultados melhores.

Se você está passando por uma situação similar, já compreende como a inovação vai além de tech, atuando na área do comportamento, por exemplo. E mesmo se não entendeu de imediato, vai assimilar neste artigo o que é mindset ágil e como desenvolver esta soft skil.

O que é Mindset ágil, a flexibilidade do pensamento

Em um processo de implementação da Transformação Digital dentro de uma empresa, pessoas serão excelentes executoras de frameworks agile, como o Scrum, e garantirão a entrega no modelo proposto, ou seja, vão seguir receitas prontas do que já está preestabelecido.

Porém, quando falamos em desenvolvimento de processo (não da implementação), essas pessoas podem ter dificuldades por não se tratar de ferramenta e execução, mas de mindset, ou seja, flexibilidade de pensamento. É aí que entra a implementação da cultura ágil.

Resumindo, a principal missão do mindset ágil é a mudança de comportamento pessoal, muitas vezes, incluindo a quebra de paradigmas. E neste ponto, a mentalidade dentro organização, incluindo a integração da equipe, influenciam muito no objetivo. 

E qual seria o combustível para este pensamento disruptivo ativar? Não trazemos uma fórmula pronta, muito menos mágica, aqui. Mas exploramos dicas de como ter um pensamento flexível.

Cultura do crescimento

A revolução do gerenciamento ágil está transformando o mundo e a forma de se trabalhar em equipe, assim como as lideranças na Era Digital. Nele, o objetivo é aprender e reaprender. 

Isso quer dizer que fomentar o aprendizado das pessoas é fundamental para se ter um mindset ágil. Aqui, não estamos nos referindo a treinamentos técnicos, mas de permitir errar e aprender com os erros. Fracassos e bons resultados do dia a dia são os ensinamentos que fortalecem essa cultura.

Metas, erros e acertos

Metas, em um time, podem ser consideradas o primeiro pilar de êxito. Sem metas e objetivos, como seu time vai aprender a se auto-organizar? Eles fazem parte do desenvolvimento de um mindset ágil e precisam ser claros e objetivos. 

Um dos grandes segredos de sucesso dos métodos ágeis são seus ciclos curtos de desenvolvimento. Neles, é possível a oportunidade de errar cedo e, rapidamente, já conseguir resolver. 

Assim, o erro é relacionado a acerto ou chance de aprimoramento. Não algo irreversível.

Teste de resiliência

Trabalhar comportamento é algo que exige muita consciência, observação, compaixão, logo, é resultado de muito esforço.  

Esse é um processo tanto individual quanto da equipe. Se adaptar rapidamente a novos cenários é algo que irá transformar estruturalmente uma empresa, tornando os integrantes dela, seu valor humano, muito mais integrados e fortes/resilientes.

Aliás, a reação e adaptação a resultados ruins ou situações desconfortantes são fundamentais para testar se a criação desse mindset ágil realmente está no caminho certo.

Design Thinking dentro do mindset ágil

Design Thinking analisa problemas complexos com o olhar da perspectiva de quem realmente os enfrenta no dia a dia. Nele, se propõe um aumento do repertório criativo do profissional por uma imersão que amplia perspectivas e permite ao time atuar na causa raiz dos problemas.

Com ele e seus diversos frameworks e métodos, como o design sprint, o mindset ágil é estimulado, já que suas características fundamentais são: empatia para mergulhar com profundidade no contexto, para o qual se busca solução; a cocriação e práticas de criatividade colaborativa para multiplicar a geração de hipóteses de soluções, e a prototipagem para validar conceitos, possibilidades técnicas e viabilidade financeira. 

Ficou encantado como essas duas palavras - mindset ágil - que podem falar tanto de Transformação Digital quanto inovação na prática, tendo o ser humano como vetor central?

Com os cursos do Portal Educação em parceria com a Digital House, você aprenderá isso e muito mais! Conheça as principais metodologias e frameworks para criar, experimentar e testar seus projetos, colocando seus clientes sempre como prioridade, por meio da agilidade e do Design Thinking. O mindset ágil nos move, e queremos que você adquira ele também!

*Este é um conteúdo da Digital House. Conheça mais sobre nosso parceiro no DH Blog.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER