Ordem Cyatheales

Ordem Cyatheales
BIOLOGIA
Ordem constituída por oito famílias e cerca de 670 espécies. Entre as famílias mais conhecidas desta ordem estão Cyatheaceae, a família dos samambaiaçus ou samambaias arborescentes, formada por 600 espécies e a família Dicksoniaceae, constituída 30 espécies, das quais a mais conhecida no Brasil é Dicksonia sellowiana, popularmente conhecida como xaxim.

Trata-se de uma ordem com distribuição global, cuja maior concentração de espécies é verificada em áreas montanhosas.

As espécies pertencentes a esta ordem apresentam principalmente as seguintes características:
- Plantas c/ cáudice arborescente ou com rizomas ascendentes ou eretos, isosporadas, leptosporangiadas;
- Frondes compostas, variadamente pinadas;
- Esporângios em soros abaxiais ou marginais, com indúsios presentes ou não.

As espécies pertencentes a esta ordem são amplamente utilizadas no mundo todo para fins ornamentais. É possível encontrar representantes da família Cyatheaceae sendo cultivados em jardins de todo o mundo.

Os vasos produzidos a partir das “fibras” do xaxim foram e ainda são, em algumas localidades do Brasil, amplamente utilizados como substrato par ao cultivo de orquídeas. Os vasos são na verdade, originados a partir das raízes adventícias que envolvem o cáudice. Ainda hoje, o xaxim é considerado o melhor substrato para o cultivo de orquídeas, porém sua extração na natureza constitui-se em ato ilegal, já que Dicksonia sellowiana é uma espécie protegida por legislação vigente e consta na lista das espécies ameaçadas de extinção do IBAMA.

A pressão intensa gerada pela indústria extrativista, fez com que as populações naturais de Dicksonia sellowiana, especialmente no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, sofressem uma redução considerável, a ponto de desaparecerem em algumas áreas.

Ordem Polypodiales

Ordem constituída por 15 famílias e mais de 7.000 espécies. A família mais rica em número de espécies é Dryopteridaceae (1.700), seguida por Polypodiaceae (1.200) e Pteridaceae (950).

Representantes desta ordem são encontradas em praticamente todas as regiões do mundo, sendo que aproximadamente 80% das monilófitas pertencem a esta ordem. No Brasil, como representantes desta ordem, destacam-se as famílias Polypodiaceae, Dryopteridaceae, Thelypteridaceae e Pteridaceae.

As principais características das espécies pertencentes à esta ordem apresentam em comum as seguintes características:
- Plantas terrestres ou epífitas, com caules prostrados, ascedentes ou eretos, raro arborescentes, isosporadas, leptosporangiadas;
- Frondes simples ou compostas, variadamente pinadas;
- Esporângios em soros abaxiais ou submarginais, com indúsios geralmente presentes.

Outra família pertencente a esta ordem e com representantes observados em todo o território brasileiro é Blechnaceae, caracterizada pela presença de soros lineares e que acompanham a nervura central.

Aspectos Importantes Relacionados com a Evolução das Pteridófitas
Segunda Kramer et al. (1994), diversos caracteres evoluíram ao longo dos tempos e podemos observar diversos exemplos dentro das pteridófitas.

Existe uma forte tendência em se agrupar as espécies de acordo com as suas características moleculares, utilizando para isso sequências nucleotídicas com baixa taxa de mutação.

Ainda assim, as características morfológicas e anatômicas são amplamente utilizadas na taxonomia por pesquisadores de todo o mundo, bem como em estudos filogenéticos.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER