O Xadrez na escola como disciplina

O Xadrez na escola como disciplina
EDUCACAO-FISICA
A escola é um espaço onde passamos a maior parte das nossas vidas, e, em um tempo no qual as informações e conhecimentos nos excedem em abundância e a vida é efêmera, um dos melhores ensinos que a criança pode ter na escola é como organizar seu pensamento seguindo as necessidades atuais de cada sociedade, esta, um local de socialização, interação, aprendizagem, cultura, é onde aprendemos e somos educados para encarar os desafios da vida moderna e viver em sociedade.

Nesse contexto a educação escolar deverá propor aos nossos alunos o pleno desenvolvimento do educando, vinculando-se ao mundo do trabalho e a prática social, para isso, é preciso corresponder aos objetivos da educação, então para acolher a todas as expectativas se faz imprescindível que nós professores busquemos estratégias, habilidades e metodologias que respondam na prática as novas necessidades e expectativas da educação, tornando assim a aprendizagem mais significativa para os nossos alunos. Muitos professores colocam que a educação só vai de fato servir para seus objetivos, quando o educador de fato for valorizado. Não discordamos, mas a verdade é que nós professores também devemos fazer com que essa valorização seja concretizada, buscando ser autônomos na aprendizagem de nossos alunos, procurando inovar, e, a escola precisa estar aberta a mudanças e inovações, pois nossos alunos não são seres estáticos e imóveis.

A educação física dentro da escola atua como um fator primordial na formação e educação dos discentes, tendo em vista que é uma disciplina que trabalha com uma grande diversidade de conteúdos e jogos. O xadrez, por exemplo: é um grande colaborador na educação de nossos alunos, pois, expõe aos seus adeptos, características indispensáveis ao homem, visto quê, é um jogo com valor imensurável, são imensas as qualidades e conteúdos envolvidos nesta prática que exercita a memória e instiga o pensamento. É uma atividade cuja natureza oferece diversão, entretenimento e sentimento. Um esporte que envolve raciocínio e criatividade, pois, além de proporcionar prazer, é também um jogo que trabalha a imaginação, concentração e cálculo, características consideráveis e exigidas por muitos professores em sala de aula.

Sabemos que na realidade atual em que se encontra o nosso País, com relação à escola pública, muitos de nossos alunos terminam o Ensino Médio, com dificuldade de leitura, escrita, operações básicas de matemática, a mídia, por exemplo, veicula isso constantemente como podemos ver em programas de televisão, em canais educativos e sites de educação. Hoje, podemos ver a grande preocupação de governos em criar, programas e projetos sociais dentro das escolas com objetivo de melhorar a qualidade do ensino nas instituições educacionais, e, o que podemos perceber é que ainda estar muito aquém do esperado.
O xadrez na escola é bastante discutido e defendido por profissionais de Educação Física e autores renomados no assunto, é fácil perceber isso fazendo pesquisas na internet, os mesmos corroboram as vantagens e benefícios que o xadrez escolar pode proporcionar aos nossos alunos. Muitos professores reclamam da falta de atenção, concentração, memória e aversão aos estudos por parte dos alunos, o que acaba contribuindo para a não aprendizagem e altos índices de insatisfação.

O xadrez no ambiente escolar, não atua apenas como um jogo, tendo em vista que, o mesmo tem uma boa base matemática, é cultura e estimula as atividades cognitivas sem contar a interdisciplinaridade com outras disciplinas, sendo também, um jogo que excita autoestima, a atenção e concentração constantemente, bem como estimula a autonomia no aluno, principio alicerce da educação. Logo, aprender, jogar e estudar xadrez na escola contribui para o desenvolvimento cognitivo e aprendizagem de nossos alunos.

O xadrez é um grande instrumento educativo e é uma ferramenta pedagógica de desenvolvimento de inúmeras habilidades e potencialidades exigidas pelos estabelecimentos de ensino para o desenvolvimento de seus educandos. Através do jogo o aluno pode desenvolver-se amparado nas diretrizes educacionais, principalmente o lado social e a autonomia, assegurando o que estar previsto pela LDB e os PCNs que é o pleno exercício da cidadania. Sabe-se que todas essas habilidades descritas acima faz parte do jogo de xadrez em si, essa é a sua essência, não se pode duvidar que o mesmo estimule em seus praticantes todas as características envolvidas neste jogo milenar.

É notório que nossos alunos enfrentam grandes dificuldades em fazer cálculos, leituras interpretativas, atenção e concentração nas aulas, o que atrapalha a aprendizagem dos conhecimentos científicos transmitidos pelos professores.

A escola na sua função social tem como objetivo produzir, divulgar e socializar o conhecimento em que o estudante por meio de mediações/intervenções pedagógicas desenvolva suas aptidões e potencialidades no domínio escolar com vistas à aprendizagem dos conhecimentos científicos e o exercício da cidadania, como também, a responsabilidade de transmitir e ensinar conhecimentos que transforme a realidade social e que faça algum significado para os educandos, desenvolvendo habilidades que possam ajudar a resolver problemas. É aí que o xadrez entra, pois o jogo na sua amplitude favorece ao educando qualidades essenciais que o ajudam na aquisição de conhecimentos propostos pela escola através da atenção e concentração exercida no xadrez, como também instiga a concentração e aguçam a mente, além de ajudar nas demais disciplinas curriculares.

João Ribeiro Neto
http://lattes.cnpq.br/6080735512130478
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER