Fisiologia das Lágrimas

Fisiologia das Lágrimas
FISIOTERAPIA
As Lágrimas
23/07/2005

 

As lágrimas são uma mistura das secreções das glândulas lacrimais (principal e acessórias de Krause e Wolfring ) das células caliciformes e das glândulas meibomianas.

O filme lacrimal então é composto de três camadas : a mais externa ou oleosa formada pela secreção das glândulas de Meibomio, Zeis e Moll; a camada média, aquosa, pelas glândulas lacrimais; e a camada mais interna, mucosa, formada pela secreção das células caliciformes.

As funções do filme lacrimal é de (1) fazer da Córnea uma superfície óptica, lisa e regular; (2) umedecer o epitélio de Cornéa e da Conjuntiva; (3) Inibir o desenvolvimento de microorganismos na Conjuntiva e Córnea, através do fluxo lacrimal e da ação antimicrobiana do fluido lacrimal.

A deficiência em qualquer dos elementos componentes no filme lacrimal pode levar à perda de estabilidade do mesmo, portanto a análise criteriosa da lágrima é de suma importância no diagnostico do Olho seco.

 

Testes para Avaliação do Filme Lagrimal

 

1.Teste de Schirmer I e II

Estes testes visam avaliar a camada aquosa do filme lacrimal, através da colocação de tiras de papel de filtro especificas como dispositivo para medir a secreção da lágrima.

O teste de Schirmer I é realizado sem anestésico tópico e, assim mede a função da glândula lacrimal, cuja atividade secretora é estimulada pela natural irritação provocada pelo papel de filtro (secreção reflexa).

O teste de Schirmer II já é realizado após instilação de colírio anestésico e mede a função das glândulas lacrimais acessórias que na realidade é a secreção basal.

2. Teste de tempo de ruptura do filme lacrimal ( BUT )

Este teste pode determinar o estado da camada de mucina pois é ela que mantêm o filme lacrimal integro entre uma piscada e outra. È feito após instilação de fluoresceína a 2% e contagem do tempo de ruptura do filme lacrimal.

3. Teste de Rosa Bengala

É realizado após instilação do corante vital de Rosa bengala em solução a 1% que cora células lesadas e mortas sem penetrar nos defeitos epiteliais, que se coram com a fluoresceína.

4. Análise Bioquímica da lágrima

· Dosagem da Lisosima lacrimal

A lisosima é uma enzima que possui atividade bacteriostática e que encontra-se tocada na síndrome de Sjogren.

· Dosagem de Lactoferrina lacrimal

· Dosagem de IgA

· Osmolaridade Lacrimal

5. Biopsia de glândula lágrimal

Artigo feito por Dr. Alberto Bensoussan

Fonte: www.lagrima-brasil.org.br

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER