Síndromes Paraneoplásicas

Síndromes Paraneoplásicas
FARMACIA
Enquanto as manifestações clínicas das neoplasias decorrem usualmente de invasão e compressão local devido ao crescimento tumoral ou à infiltração e invasão metastática de outros tecidos pelas células tumorais, com sinais e sintomas sistêmicos inespecíficos, como anorexia, fraqueza e emagrecimento, nas síndromes paraneoplásicas os achados clínicos assemelham-se às manifestações de doenças primárias endócrinas, metabólicas, hematológicas ou neuromusculares.


Essas manifestações podem ser decorrentes de produtos do tumor, como a síndrome carcinoide, decorrentes de destruição de tecido normal pelo tumor, como a hipercalcemia nas metástases ósseas osteolíticas, ou consequentes de mecanismos desconhecidos, como a osteoartropatia hipertrófica associada ao carcinoma brônquico.


Nas síndromes paraneoplásicas associadas à produção hormonal ectópica, o tumor produz um pró-hormônio ou substâncias de alto peso moleculares responsáveis pela síndrome. Algumas vezes a síndrome acompanha um crescimento tumoral relativamente limitado e pode fornecer pistas ao clínico para o diagnóstico precoce, o que favorece o prognóstico.


Algumas vezes as consequências patológicas metabólicas ou tóxicas podem caracterizar urgência maior que a causada pela neoplasia, como, por exemplo, hipercalcemia ou hiponatremia. O tratamento efetivo do tumor deve ser acompanhado da resolução da síndrome paraneoplásica, assim como o reaparecimento das manifestações significam a recorrência do tumor.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER