Shampoo sem Sal

Shampoo sem Sal
ESTETICA

Muitas de minhas clientes vem me abordando com uma dúvida: "Melhor usar shampoo sem sal né?". Depois disso comecei a me perguntar: por que elas acham isso? Simples, alguns acreditam que o sal pode ressecar os cabelos, ou que faz o resultado da escova progressiva durar mais. Mas na verdade não é bem assim que acontece. E por esse motivo resolvi escrever mais esse artigo. Vou explicar o uso do SAL (cloreto de sódio) na composição do shampoo.

Baseado no que aprendi quando estudei cosmetologia no Centro de Produções Técnicas, aprendi que o cloreto de sódio é muito usado na produção de vários produtos, inclusive no shampoo. O Sal (cloreto de sódio que é o sal bruto e não o que utilizamos para cozinhar) nada mais é que um espessante, que serve para deixar a espuma mais densa, senão, ficaria igual ao detergente de lavar louça por exemplo. Segundo os estudos, quanto mais densa for a espuma de um shampoo mais sedosos ficarão os fios, sendo assim, não é um inimigo, muito pelo contrário, o sal tem uma importante função na elaboração de um produto.

Todo shampoo é composto da seguinte maneira:

Agentes de limpeza ou detergentes - são tensoativos aniônicos ou misturas que baixam a tensão superficial da água. O mais comumente utilizado é o Lauril Éter Sulfato de Sódio, que é mesmo usado no detergente de louças, sabão em pós, sabonetes, etc.

Agentes Espessantes - influenciam na viscosidade do produto, no shampoo se deve ao fato de o mesmo permanecer na mão antes e durante a aplicação, além de facilitar que espalhe por entre os fios. Essa é função do Sal (cloreto de sódio), no entanto, pode-se acrescentar ou substituir (no caso dos famosos shampoos SEM SAL) por polímeros sintéticos: PVP, PEG 5 e 14M, Carmomers e as Alcanolamidas de Ácido Graxo de Coco.

Agentes Engordurantes - serve para evitar a retirada excessiva de gordura do couro cabeludo, removendo assim sua proteção natural. Os mais usados são: Alcanolamidas, Lanolina, etc.

Agentes Perolantes - em casos especiais, podem-se usar alguns aditivos como Ésteres de Ácidos Graxos para que o shampoo apresente um aspecto sedoso ou perolado.

Agentes Preservantes - obrigatoriamente são adicionados para evitar a proliferação de organismos microbianos. As Bactérias que contaminam o ambiente a partir do suprimento de água que possam não ter sido limpos corretamente. Para isso são utilizados os Parabenos, FORMALDEÍDO, DMDM Hidantoína e vários outros.

Agentes Conservantes - são utilizados para evitar a oxidação e prolongar a durabilidade da qualidade do produto, evitando que estraguem rapidamente. Aqui estão incluídos os filtros UV, que previnem a entrada de radiação UV, podendo danificá-lo ou reduzir sua vida útil.

Essências e Corantes - como já diz, servem para dar a cor tornando o produto com um visual mais agradável e o cheiro, que geralmente é o principal fator determinante para sua escolha entre outros produtos.

Aditivos Especiais - esses são os que devem ser levados em consideração quando for comprar um shampoo. São eles que determinarão a função do produto, ou seja, para que ele vai servir ou para qual tipo de cabelo. Por exemplo: Algas Marinhas, Ceramidas, Manteiga de Karité, Complexo Termo Ativo, enfim, uma enorme gama de ativos que estão disponíveis no mercado para satisfazer a necessidade dos consumidores em geral.

Agora que sabemos exatamente como é composto um shampoo e qual a função de cada componente, podemos deixar os mitos de lado e nos concentrar em qual será o produto apropriado para o nosso cabelo. Lembrando que é o profissional qualificado quem irá indicar o melhor produto pra você, e cuidado ao escolher um shampoo exclusivamente pelo seu cheiro, ele pode não ser adequado às suas necessidades.

Fabricio Pereira
Profissional cabeleireiro formado em uma das mais renomadas instituições do Vale do Paraíba. Com 12 anos de profissão, especialista em colorimetria aplicada, visagismo e técnicas de descoloração. Criador do blog Entenda Colorimetria, publicando artigos que auxiliam aperfeiçoa profissionais iniciantes ou mais experientes nas formas teóricas dessa magnífica área da beleza.
Seja um colunista
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER