ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DO TOMATE COMERCIALIZADO NA FEIRA LIVRE DE SURUBIM-PE

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DO TOMATE COMERCIALIZADO NA FEIRA LIVRE DE SURUBIM-PE
ENGENHARIA

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DO TOMATE COMERCIALIZADO NA FEIRA LIVRE DE SURUBIM-PE

Sandra Morgana de Freitas Pimentel

Elyson Darlan Vital da Silva

Gustavo Saturnino da Silva

Hiago Nunes Valeriano Bernardo

Henrique John Pereira Neves (Orientador)

 

 

Introdução: O processo de higienização de frutas, legumes e verduras é importante, pois esses tipos de alimentos têm o potencial de transmissão de doenças ao ser humano, principalmente intestinais, por isso a importância da correta desinfecção desses alimentos antes do armazenamento nas geladeiras das residências dos consumidores. Com isso é essencial o estudo de bactérias e fungos existentes nesses alimentos, para se saber a qualidade deles, pois podem ser contaminados por microrganismos desde a colheita ate o consumo, para tanto, se fazer uma analise microbiológica, bactérias e fungos, de tomates comercializados na feira livre de Surubim-PE, podendo se  observar com estas análises o que pode-se ter nesses tomates e que não são muitas vezes detectados visualmente pelos consumidores quando adquirem este tomate.

Objetivo: Avaliar a qualidade microbiológica de tomates comercializados na feira livre da cidade de Surubim-PE, analisando a presença ou ausência de fungos e bactérias.

Método: Fez-se a análise de presença/ausência de bactérias, com teste presuntivo usando-se tubos com meio de cultura caldo lactosado e teste confirmativo com tubos contendo meio de cultura caldo E.C. e tubos contendo meio de cultura caldo verde brilhante; para verificação de presença/ausência de fungos utilizou-se placas de petri contendo meio de cultura Ágar Sabouraud; utilizando-se 1g de pedaços pequenos da camada externa dos tomates vendidos na feira livre de Surubim-PE e 100 mL de água destilada esterilizada em um erlenmeyer de 250 mL onde foram colocados os pedaços dos tomates para serem lavados pela água, a qual foi utilizada para as análises. 

Resultado: Na análise da presença/ausência de bactérias nos tomates, no teste presuntivo, todos os tubos tiveram resultados positivos, no teste confirmativo, nos tubos com meio caldo E.C. todos os tubos também apresentaram resultado positivo, nos tubos com meio caldo verde brilhante, 4 tubos tiveram resultado positivo e 1 tubo teve resultado negativo; quanto à análise de fungos nos tomates, nas 5 análises realizadas em duplicata, todas as placas apresentaram fungo Rhizopus stolonifer.

Conclusão: Com os resultados obtidos, quanto à análise de presença/ausência de bactérias nos tomates, verificou-se que havia bactérias tanto do grupo coliformes termotolerantes quanto do grupo coliformes totais, o que mostram-se como impróprios para o consumo humano nas condições de aquisição os tomates vendidos na feira livre; quanto à análise de presença/ausência de fungos, a espécie encontrada é comum de ser encontrada em tomates, concluindo-se que os tomates comprados na feira livre da cidade de Surubim-PE por apresentarem bactérias e fungos, devem ser consumidos após bem lavados e desinfetados por solução com hipoclorito de sódio, não sendo possível consumi-los sem correto manuseio.

 

 Descritores: Análise microbiológica, tomates, bactérias, fungos.

CHAN, E. C. S., KRIEG, N. R., PELCZAR JR., M. J. Microbiologia: conceitos e aplicações. Vol. 2, 2. Ed reimp. São Paulo: PEARSON MAKRON BOOKS, 2011

CASE, C. L., FUNKE, B. R., TORTORA, G. J. Microbiologia. 10. Ed. Porto Alegre: Artmed, 2012

CLARK, D. P., DUNLAP, P. V., MADIGAN, M. T., MARTINKO, J. M. Microbiologia de Brock. 12. Ed. Porto Alegre: Artmed, 2010

Henrique John Pereira Neves
GRADUAÇÃO EM DIREITO E ENGENHARIA QUÍMICA, PÓS GRADUAÇÃO EM DIREITO PÚBLICO, PÓS GRADUAÇÃO EM LIBRAS, MESTRADO EM ENGENHARIA QUÍMICA, DOUTORANDO EM ENGENHARIA QUÍMICA, PROFESSOR DE DIREITO DO TRABALHO, COMERCIAL E TRIBUTÁRIO EM RECIFE-PE, PROFESSOR DE BIOQUÍMICA, MICROBIOLOGIA, QUALIDADE DO AR, QUÍMICA EM CARUARU-PE
Seja um colunista

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

ARTIGOS RELACIONADOS