Suporte Básico de Vida para Profissionais

Suporte Básico de Vida para Profissionais
ENFERMAGEM
O suporte básico de vida (SBV) é uma sequência de medidas, aplicadas inicialmente no atendimento a vítimas em PCR, consiste em reconhecer a PCR, solicitar ajuda, iniciar suporte ventilatório e circulação mecânica, caracterizando o ABC primário.

Considerando que a fibrilação ventricular (FV) e taquicardia ventricular (TV) sem pulso, são os ritmos mais frequentemente observados em adultos, durante uma parada cardiorrespiratória (PCR), e que a desfibrilação elétrica precoce é a única terapia eficaz na conversão deste ritmo caótico, adicionou-se a desfibrilação a esta sequência, constituindo o atual ABCD primário.

Avaliação Primária e Secundária
A cuidadosa abordagem primária e secundária na PCR trará segurança no papel individual, assim como, nas tarefas que os profissionais irão realizar como equipe de ressuscitação. Essa abordagem fornecerá uma poderosa ferramenta conceitual.

As etapas são apresentadas a seguir:

Avalição primária: concentrar-se na RCP básica e na desfibrilação.

1º C A B D:

• Circulation: faça compressões torácicas.
• Airway: abra a via aérea.
• Breathing: realize ventilação com pressão positiva.
• Defibrillation: choque FV/TV sem pulso.

Avaliação secundária: concentrar-se na intubação, acesso venoso, ritmo, drogas e na causa da PCR. 2º A B C D:

• Airway: realizar intubação endotraqueal (médico).
• Breathing: avaliar a elevação bilateral do tórax e ventilação.
• Circulation: obter acesso venoso, determinar o ritmo, administrar medicações apropriadas.
• Defibrillation: procurar, encontrar e tratar a causa (médico).


Cadeia de Sobrevida

A cadeia de sobrevida representa os objetivos primordiais deste atendimento primário.

O conceito de elos de uma cadeia aplica-se tanto a paradas cardíacas no hospital como a paradas no ambiente pré-hospitalar. A cadeia tem quatro elos, são eles:

• Acesso rápido: uma emergência cardíaca deve ser reconhecida e atendida prontamente; deve-se reconhecer o estado de inconsciência da vítima e solicitar rapidamente ajuda, para chegada mais breve de um desfibrilador e material para atendimento à PCR.
• RCP rápida: se a vítima que não responde “não estiver respirando ou estiver apenas com gasping” iniciar compressões torácicas
• Desfibrilação rápida: identificação e tratamento de FV/TV sem pulso, é a intervenção isolada mais importante.
• SAVC rápido: controle avançado da via aérea e medicações EV apropriadas ao ritmo devem ser aplicadas rapidamente.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER