Responsabilidade do motorista no trânsito

Responsabilidade do motorista no trânsito
COTIDIANO
É visível o aumento dos carros e motos no trânsito de todo o Brasil e com isso inevitavelmente também se observa o número elevado de acidentes graves, não apenas nas rodovias onde imaginamos que isso seja algo mais comum, mas isso está crescendo cada vez mais nos centros da cidade, onde o fluxo do trânsito aparentemente necessitaria ser mais ameno.

Com isso permanecem algumas questões a serem discutidas. Um dos fatores que levou ao aumento significativo de veículos automotores no nosso país está nas facilidades de pagamento e o poder aquisitivo do brasileiro que está se elevando. Garantindo assim, com que muitos cidadãos deixem de usar o transporte público, e comecem a adquirir mais independência de locomoção.

Todo portador de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) está informado das suas responsabilidades no trânsito. Ocorre que muitos acabam esquecendo-se da responsabilidade do motorista no trânsito, que muitas vezes vai além das normas legislativas e passa a ter um critério de senso comum. Por exemplo, quando um pedestre está na faixa, é obrigação dos motoristas parar para que o pedestre possa atravessar a rua. Porém, na prática a teoria é outra.

Fora os casos de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas. Se analisarmos as notícias de trânsito em portais de notícia, é claro um acréscimo muito mais alto do que em comparação aos carros. O motivo não está unicamente pelo fato do motociclista estar muito mais exposto do que em um carro, e sim pelo fato da insensatez e altas velocidades que estes motociclistas exibem no trânsito.

A responsabilidade do motorista no trânsito está muito mais além do cuidado com ele mesmo. Jamais devemos nos esquecer de que no trânsito necessitamos tomar cuidado com os nossos atos e também com as ações alheias. Mas todos devem colaborar para serem, cada vez mais responsáveis no trânsito, seguindo este pensamento, de que devemos ser muito mais responsáveis do que nos fora ensinado na autoescola, que o número de acidentes pode diminuir consideravelmente.

Confira algumas dicas que podem ser úteis para uma responsabilidade maior o trânsito:


- Sempre, use cinto de segurança. Aquela ideia de que devemos colocar o cinto para não sermos multados é uma ideia que prejudica somente os usuários dos veículos. Segurança no trânsito nunca é demais. Então o cinto de segurança é utensílio básico para tal;
- Jamais exceda o limite de velocidade, especialmente nos centros das cidades;
- Sempre use a seta corretamente;
- Faça manutenção do seu veículo de acordo com as informações presentes no manual do condutor;
- Respeite os pedestres, e não se esqueça de que em alguns momentos você será um também;
- Seja educado no trânsito. Discussões podem render acidentes graves;
- Evite escutar música alta demais, você precisa ter referências sonoras sobre o que está acontecendo fora do seu carro, assim como devemos evitar sempre distrações no trânsito. A atenção do motorista deve estar sempre alerta.
- E a dica mais importante: Se consumir bebida alcóolica jamais dirija.

Seguindo estas e outras dicas importantes, você está sendo responsável com você e com todos que estão no trânsito com a mesma finalidade que a sua, chegar ao seu destino com segurança. Então, vamos dirigir com responsabilidade no trânsito para que o nosso destino final não seja um hospital, ou um local muito pior. Vamos realizar isso para o bem de todos.

Colunista Portal - Dia A Dia E Estética
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER