A História do Crochê

A História do Crochê
COTIDIANO
A palavra Crochê vem de um termo existente no dialeto nórdico, que significa gancho, referindo-se a forma do bico da agulha de Crochê que puxa os pontos. Tem sua origem também na palavra francesa “croc”, que em francês tem o mesmo significado.

Segundo os historiadores, os trabalhos de crochê têm origem na pré-história. A arte do Crochê, como nos dias de hoje, foi desenvolvida no século 16. Um escritor dinamarquês, chamado Lis Paludan, tentou descobrir onde o Crochê se originou na Europa e fundamentou algumas teorias, sendo a mais provável a de que a técnica se originou na Arábia e chegou à Espanha pelas rotas comerciais do Mediterrâneo.

Posteriormente, essas técnicas se difundiram entre tribos da América do Sul, que usavam os adornos de crochê nos rituais de puberdade. Na China, bonecas eram feitas com a mesma técnica. Porém, não se tem evidências concretas sobre exatamente onde se originou esta arte.

1700:
Outra teoria sugere que o Crochê se originou de uma técnica de costura chinesa, uma forma primitiva de bordado que foi difundida no Oriente Médio e chegou à Europa em torno de 1700.

1800:
No entanto, o que se sabe é que o Crochê ganhou espaço a partir de 1800, quando a francesa Riego de La Branchardiere desenhou padrões que podiam ser facilmente copiados e publicou um livro para que outras pessoas pudessem reproduzir tais desenhos.

O Crochê é um trabalho que pode ser feito usando qualquer tipo de fio, basta ter a agulha ideal e muita criatividade.
Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Seja um colunista
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

ARTIGOS RELACIONADOS