Os 8 princípios da qualidade: ISSO 9001

Os 8 princípios da qualidade: ISSO 9001
ADMINISTRACAO
A ISO 9004 refere-se aos “Oito Princípios da Gestão da Qualidade” que podem ser resumidos:

“Foi claramente demonstrado e comprovado que aquelas organizações que se esforçam firmemente para compreender as necessidades e expectativas de seus clientes e então sistematicamente ajustam seu planejamento e gerenciam suas operações para entregar seus produtos e/ou serviços de modo confiável e consistente, geralmente sobrevivem e crescem”.

Os princípios da qualidade foram definidos de maneira que expressem de maneira geral o que resumidamente uma empresa deve praticar para que possa ter uma boa gestão. Em paralelo podemos dizer que estes princípios são a base para a implantação da gestão da qualidade, seguramente podemos dizer que uma empresa que se propõe a implantar normas de gestão da qualidade automaticamente está se propondo a praticar os 8 princípios da qualidade.

Os oito princípios individualmente podem ser descritos como:

1) Foco no Cliente: uma organização depende de seus clientes e, portanto, precisa compreender as suas necessidades atuais e futuras. Não deve somente se estabelecer em atender aos requisitos do cliente, mas se esforçar em exceder as suas expectativas. Exceder expectativas significa ir além do desejo declarado do cliente e atender aquilo que ele ainda nem pensou em desejar, mas se torna seu desejo quando ele se depara com aquele atributo do produto ou serviço.

2) Liderança: Os líderes da empresa determinam, comunicam o propósito e direção da organização bem como moldam e fazem acontecer um ambiente interno de organização no qual o pessoal pode tornar-se totalmente envolvido em atingir aos objetivos da organização. E esse propósito é identificado pelo o pessoal da organização nas ações dos seus líderes, e isso é perene, evolui. As ações de uma empresa que pratica a liderança vão de encontro com o propósito da empresa e a impulsiona para atingir este propósito porque seu pessoal percebe e segue a liderança naquilo que pratica e que determina.

3) Envolvimento das Pessoas:
As organizações são dependentes de seu pessoal e envolvimento completo possibilita que suas habilidades sejam utilizadas para o benefício da organização. O que significa que ações de gestão devem envolver não apenas os líderes, mas todo o pessoal, as pessoais devem estar envolvidas nos resultados e nos atendimento as metas. Envolver as pessoas significa que será necessário treinamento, participação do pessoal na resolução dos problemas.

4) Abordagem por Processo: Atividades e recursos gerenciados como um processo na busca de um resultado. As organizações atingem seus objetivos mais eficientes e eficazmente quando atividades são adequadamente municiadas de recursos e gerenciadas como um processo. Um processo exige uma entrada, aplicação de recursos e métodos para gerar uma saída, a saída é o produto do processo. Abordar as atividades da empresa divididas por processos, contribui para a rápida identificação das causas dos desvios e os estabelecimento de metas.

5) Abordagem sistêmica da gestão: uma organização irá aumentar sua eficiência e eficácia pela identificação, compreensão e gestão de processos inter-relacionados de um sistema que são projetados para atender a determinados objetivos. Identificar, entender e gerenciar os processos inter-relacionados como um sistema traduz a abordagem sistêmica da gestão. Um processo sempre fornece um serviço ou produto para outro processo, mesmo que seja um processo que acontece no cliente. Dentro de uma mesma empresa temos vários processos, então teremos também vários clientes e fornecedores para cada processo. Entender que esses processos devem estar inter-relacionados para que aconteça uma boa gestão é ter a abordagem sistêmica da gestão.

6) Melhoria Contínua: Objetivo permanente da organização. Melhoria contínua do seu desempenho. Um objetivo primário da organização é melhorar continuamente na busca da satisfação do cliente. A organização deve buscar ser hoje melhor que “ontem” e “amanhã” melhor que “hoje”.

7) Abordagem factual para tomada de decisões: decisões eficazes são baseadas em análise lógica e intuitiva de dados e informações. A organização que pratica este principio toma decisões eficazes, pois está baseada na análise de dados e informações. A direção da empresa não age impulsivamente, e sim de forma segura porque o faz baseado em dados e informações.

8) Relações mutuamente benéficas com fornecedores:
A habilidade da organização em satisfazer as necessidades e expectativas de clientes é aumentada pelo relacionamento com seus fornecedores que são também beneficiados. Relação de benefícios mútuos aumenta a capacidade de ambos em agregar valor. A relação com o fornecedor deve ser de parceria, a chamada relação “ganha-ganha”, a empresa deve proporcionar ao fornecedor esta relação para que seja sustentável para o fornecedor fornecer seus produtos ou serviços para a empresa, para que o fornecedor permanece no mercado.

Colunista Portal - Finanças E Areas Afins
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER