Medicação em idosos com desordem da deglutição

Medicação em idosos com desordem da deglutição
FONOAUDIOLOGIA
A deglutição permanece segura nos idosos sadios. O fato de lentificar a deglutição pode permitir um tempo para adquirir geração de pressão adequada, o que significa que os idosos podem e devem se esforçar para produzir pressões de deglutição adequadas, por meio de exercícios fonoaudiológicos. As doenças relacionadas com a idade expõem os pacientes a um maior risco de disfagia comprometendo consequentemente seu estado geral.

Exames complementares

Indicação: avaliação clínica prévia; pacientes com desordem da deglutição com risco de broncoaspiração; obter excelência no diagnóstico da alteração da deglutição e sua etiologia; definição conduta;

Contra-indicações: Segurança na deglutição / julgamento clínico; Sinais clínicos de aspiração; Comprometimento respiratório grave; Rebaixamento cognitivo; Instabilidade clínica importante
Metodologia da videofluoroscopia da deglutição orofaríngea

-Testar diferentes consistências e quantidades de alimento no plano lateral e ântero-posterior;
-Deglutição de bário: 4 consistências
Volume testado: 5, 10, 20 ml, 200ml
-Visão Ântero-posterior - Esculpar pulmão e deglutição de bário puro
-Visão Lateral
-Sólido com bário
-Pastoso grosso
-200 ml bário puro
-líquido (água + bário)
-Visão oblíqua: Estudo do esôfago; Radiologista (Fase esofágica)
-Avaliação funcional da deglutição;
-Detectar a disfagia, a sua etiologia e a penetração e/ou aspiração;
-Permitir a visualização de todas as fases da deglutição;
-Testar a efetividade das manobras terapêuticas e técnicas posturais;
-Evoluir o estado nutricional do paciente;
-Definir a melhor consistência e volume de alimento via oral;

Vantagens:


- Detecção de alterações funcionais;
- Definição de posturas compensatórias e manobras;
-Qualquer faixa etária.

Desvantagens:


-Uso do contraste;
-Não avalia anormalidades estruturais;
-Método caro e pouco disponível.

Fibronasolaringoscopia da deglutição


-Avaliação estrutural
-Não é possível quantificar penetração ou aspiração
-Black out deglutição
-Testar a efetividade das manobras e das posturas

- Definição de condutas


-Avaliação estrutural (cavidade nasal, E.V.F., faringe, laringe)
-Avaliação funcional: Fibroscópio na nasofaringe

Voz: Emissão de vogal sustentada (Coaptação glótica, movimento muco ondulatório)

Deglutição: Testar 3 consistências + corante (Perda prematura do bolo, aspiração ou penetração, estase em recessos faríngeos e sensibilidade laríngea)

Vantagens
-Detecção de alterações estruturais
-Avaliação da sensibilidade laríngea
-Avaliação no leito/consultório
-Ausência da radiação e de contraste
-Menor custo

Desvantagens
-Avaliação parcial da deglutição
-Cooperação do paciente
-Audição/equilíbrio

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER