Etnografia

Etnografia
ADMINISTRACAO

A pesquisa etnográfica durante certo tempo foi muito utilizada para a antropologia e sociologia, quase que exclusivamente. Isso se dava, devido ao fato de ser comumente utilizada no estudo de populações primitivas e minorias culturais. Atualmente, entretanto, utiliza-se a etnografia em outras áreas, como por exemplo, educação e psicologia social, podendo ser utilizada também em administração de empresas.

Na área da educação, os pesquisadores passaram a se interessar por este método de estudo no início da década de 70. Já na administração de empresas, apresenta a possibilidade de estudos de cultura organizacional, por exemplo.

Fetterman (1989, p.11), citado em Godoy (1995), define etnografia no seu sentido mais amplo, é entendida como a arte e a ciência de descrever uma cultura ou grupo, (p.28). Ludke e André (2012), citando Spradley (1979), apresenta a etnografia como sendo a descrição de um sistema de significados culturais de um determinado grupo. (p. 14).

Para que uma pesquisa seja considerada como estudo etnográfico pode-se fazer um teste. Conforme Ludke e André (2012), este teste foi sugerido por Wolcott (1975) e consiste em verificar se a pessoa que lê esse estudo consegue interpretar aquilo que ocorre no grupo estudado tão apropriadamente como se fosse um membro desse grupo. (p. 14).

A base de uma pesquisa etnográfica é o trabalho de campo. Neste caso, este trabalho de campo se dá por meio do contato intenso e prolongado do pesquisador com a cultura do grupo para descobrir como se organizam seu sistema de significados culturais, ou como foi desenvolvido e influenciado o comportamento daquele grupo em questão.

Para o desenvolvimento de uma pesquisa nos moldes etnográficos deve-se, inicialmente, selecionar um problema ou situação de interesse. Em seguida, é necessária a adoção, talvez provisoriamente, de uma teoria ou modelo conceitual, a fim de orientar a pesquisa e auxiliar na compreensão da situação estudada.

Faz-se necessário que a pesquisa se mantenha bem informada quanto ao tema estudado. Os dados são coletados em campo e, conforme forem surgindo, o pesquisador vai contrapondo os mesmos ao seu modelo teórico previamente escolhido sejam para mantê-lo, ou modificá-lo. Esse trabalho de campo pode ter duração de 6(seis) meses a 2(dois) anos e é ele que melhor caracteriza a pesquisa etnográfica. A experiência direta e intensa do pesquisador com a situação em estudo lhe permite compreender como se dá a dinâmica desta situação. Os dados são coletados a partir da observação participante.

Quanto à análise dos dados, não é possível separá-la do processo de investigação, aliás, se inicia desde o momento em que o pesquisador escolhe seu problema de estudo e só finaliza quando este conclui seu relatório. Quanto às técnicas, mais uma vez, a análise de conteúdo é uma boa opção.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER