Discromias: O que são?

Discromias: O que são?
ESTETICA
As discromias compõem um grupo de disfunções dermatológicas caracterizado por alterações na pigmentação da pele, em decorrência da diminuição (hipocromia), ausência (acrômia) ou do excesso (hipercromia) de melanina em alguma região específica. As discromias podem ser decorrentes de doenças endocrinometabólicas, psicossomáticas, uso de medicamentos ou cosméticos, ou ainda pelo fotoenvelhecimento.

Entre os principais tipos de discromias estão os melasmas, as efélides e a melanose solar ou senil.

O melasma ou cloasma é um tipo de hiperpigmentação facial usual em mulheres grávidas, pessoas com propensão genética ou que usam hormônios esteroides como o estrogênio. Também pode ocorrer, embora com menor frequência, em pessoas sem distúrbios endócrinos. São manchas pigmentadas, grandes e irregulares, em tom castanho, que se desenvolvem e aumentam de intensidade com a exposição solar, que é estimulante da formação de melanina.

As efélides ou sardas são manchas redondas castanhas-claro que aparecem após exposição solar; têm frequentemente caráter hereditário, aparecendo, em particular, em indivíduos ruivos ou loiros.

A melanose solar ou senil é caracterizada pela presença de manchas marrons, variando de claras a escuras, que surgem no dorso das mãos e antebraços de indivíduos com mais de 40 anos.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER