Anorexia Nervosa

Anorexia Nervosa
PSICOLOGIA
Antes de tudo gostaria de esclarecer a diferença entre Anorexia e Anorexia Nervosa. Anorexia é a perda, diminuição ou ausência de apetite. Pode acontecer por infecção, transtornos psiquiátricos ou até medicamentos. Já a Anorexia Nervosa é um transtorno alimentar onde a pessoa se recusa a comer, mesmo sentindo fome. São pessoas que tem uma excessiva preocupação da imagem do próprio corpo. É um grande sofrimento.

As mulheres, principalmente na adolescência e começo da fase adulta, sofrem muito mais com a Anorexia Nervosa do que os homens. Querem continuar emagrecendo mesmo estando excessivamente magras, pois se acham muito acima do peso. As que seguem a carreira de modelo muitas vezes se tornam anorexas devido ao controle intenso que devem ter do peso para não engordarem, só que muitas vezes perdem o controle e acabam ficando muito abaixo do peso, pois temem não serem mais aceitas, principalmente nesse mundo de total concorrência.

Qualquer suspeita desse transtorno deve-se procurar ajuda especializada. Normalmente são perfeccionistas, nunca estão satisfeitas, querem superar a si mesmas, tem uma imagem de si própria totalmente destorcida da realidade, se achando acima do peso, mesmo estando muito abaixo. Como existe um medo intenso de ganhar peso, abusam de exercícios, fazem dietas mirabolantes, entre outros recursos, pois ficam obcecadas a perderem peso, isto é, vira uma obsessão na vida da pessoa. Algumas chupam gelo porque dá a sensação de saciedade.

Podem desenvolver muita ansiedade, irritabilidade, contagem excessiva de calorias, Depressão, Transtorno Obsessivo Compulsivo, Síndrome do Pânico, etc. Normalmente os sintomas começam pela perda da menstruação (amenorreia), ficam flácidas porque perdem massa, com anemia, osteoporose, intolerância ao frio, diminuição da pressão arterial (hipotensão), irregularidade cardíaca, chegam a desmaiar porque estão desidratadas e com perda de eletrólitos e em alguns casos mais crônicos até a infertilidade.

Há casos de morte por desidratação, subnutrição, arritmia cardíaca,... Não se sabe exatamente a causa, mas fatores psicológicos, biológicos, familiares e culturais, podem serem responsáveis pelo desencadeio desse transtorno alimentar. Essas pessoas são altamente influenciadas pela mídia, que passam uma imagem que só é bonita e feliz quem for magra. Que só vão ser amadas e aceitas se forem magras.

Que beleza é de fundamental importância acima de tudo. Pessoas na família que tem preocupação excessiva com a beleza também podem ser uma grande fonte de influência, principalmente se vier da mãe que é uma grande referência. Modelos de comportamento podem ser repetidos pelos filhos. As pessoas devem se cuidar, mas a imagem não deve ser prioridade. Há muitas coisas importantes antes disso, como a saúde, o bem estar, a paz, a tranquilidade, o conhecimento, etc. Muitas pessoas são lindas por fora, mas não tem nenhum conteúdo por dentro e isso faz perder toda a beleza. Existe tratamento e deve ser tratado o mais rápido possível.

Os familiares e amigos devem estar atentos caso suspeitem que alguém próximo esteja com Anorexia Nervosa. E devem incentivar conscientizando a pessoa a procurar ajuda. O tratamento deve ser realizado por uma equipe de nutricionista, terapeuta, psiquiatra, clínico geral e também pediatra se for criança.

O médico irá avaliar as condições desse paciente, se está correndo risco de vida, se sim ele será hospitalizado. A introdução de alimentos deve ser feita de forma gradativa para não provocar sobrecarga cardíaca, por isso que deve ser acompanhada por um nutricionista.

O terapeuta pode ajudar muito a pessoa e também orientar a família. Ainda não existem remédios específicos para tratar essa doença, mas alguns medicamentos podem ajudar, desde que acompanhados por um médico psiquiatra. Sugiro que as escolas trabalhem muito a respeito da conscientização em relação a mídia, a busca do corpo "perfeito" e consequentemente desse transtorno.

Karina Romera de Carvalho
Terapeuta Transpessoal, credenciada pela ABRATH, Constelação Familiar individual, Mesa Radiônica Quântica, Regressão de Memória, Numerologia Cabalística, Florais, Cristais, Mestre em Reiki, Tarô Terapêutico, alinhamento dos Chacras, entre muitas outros recursos terapêuticos. Email: karinaromeracarvalho@gmail.com / Site: www.terapiaholisticacampinas.com.br
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER