Heliconiaceae, Hydrocharitaceae, Hydroleaceae e Lamiaceae

Heliconiaceae, Hydrocharitaceae, Hydroleaceae e Lamiaceae
BIOLOGIA

Heliconiaceae

Hábito: ervas frequentemente rizomatozas, com crescimento simpodial, perenes. Anteriormente descrita como Musaceae, a família Heliconiaceae distingue-se por apresentar um perigônio com 6 elementos variadamente soldados entre si. Em Heliconia os 3 externos são livres e os 3 internos são soldados quase até o ápice.

Folhas: grandes, largas e pecioladas.

Flores: vistosas inflorescências vermelhas em ziguezague são características marcantes da família. A maioria das espécies é colonizadora e fixadora de barranco de rio, tolerando meia sombra até ser substituída por arbustos sucessores. Fruto: esquizocárpico, com unidades drupoides; sementes sem arilo.

Distribuição e diversidade: Heliconiaceae possui distribuição predominantemente neotropical, incluindo um único gênero e cerca de 150 espécies, das quais cerca de 30 ocorrem no Brasil.


Hydrocharitaceae

Hábito: ervas aquáticas, flutuantes ou parcialmente submersas, de água doce ou salgada.

Folhas: alternas espiraladas ou dísticas, opostas ou verticiladas, uninérveas, palminérveas ou paralelinérveas.

Flores: reunidas em inflorescência cimosa, às vezes, reduzidas a uma única flor, flores não vistosas, geralmente unissexuadas, actinomorfas, monoclamídeas ou diclamídeas e heteroclamídeas. Fruto: baga ou cápsula.

Distribuição e diversidade: Hydrocharitaceae possui distribuição cosmopolita, incluindo cerca de 15 gêneros e 100 espécies, que ocorrem em água doce ou no mar. No Brasil ocorrem sete gêneros e cerca de dez espécies.


Hydroleaceae


Hábito:
ervas perenes ou raramente anuais a arbustos, geralmente armados.

Folhas: alternas, simples, sem estípulas, margem inteira.

Flores: reunidas em inflorescências axilares ou terminais, cimosa, raramente reduzida a uma única flor. Flores vistosas, bissexuais, actinomorfas ou ligeiramente zigomorfas, diclamídeas; Cálice pentâmero, gamossépalo; Corola pentâmera, gamopétala, estames em número igual ao das pétalas, epipétalos, anteras rimosas; Ovário súpero, bicarpelar, bilocular, placentação axial, com muitos óvulos por lóculo. Fruto: cápsula loculicida, septicida ou com deiscência irregular.

Distribuição e diversidade:
Hydroleaceae possui distribuição pantropical, incluindo um único gênero, Hydrolea, com aproximadamente 10 espécies. No Brasil a família é representada por seis espécies, sendo Hydrolea spinosa a mais comum.


Lamiaceae (Labiatae)


Hábito: em geral são plantas herbáceas ou arbustivas.

Folhas: opostas cruzadas, inteiras e em geral com cheiro intenso.

Flores:
pequenas ou grandes, em geral vistosas, reunidas em densas inflorescências quase sempre axilares. Flores diclamídeas, hermafroditas, pentâmeras, fortemente zigomorfas, bilabiadas. Fruto: seco, separados em 4 núculas.

Distribuição e diversidade:
Lamiaceae possui distribuição cosmopolita, incluindo cerca de 300 gêneros e 7500 espécies. No Brasil ocorrem 26 gêneros e cerca de 350 espécies.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Seja um colunista
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER