Classes de Imunoglobulinas

Classes de Imunoglobulinas
BIOLOGIA
IgM - Perfaz aproximadamente 10% do conjunto de imunoglobulinas. Sua estrutura é pentamérica, sendo que as cadeias pesadas individuais têm um peso molecular de aprox. 65.000 daltons e a molécula completa tem peso de 970.000!.As 5 cadeias são ligadas entre si por pontes dissulfeto e por uma cadeia polipeptídica inferior chamada de cadeia J. A IgM é encontrada principalmente no intravascular, sendo uma classe de anticorpos "precoces" (são produzidas agudamente nas fases agudas iniciais das doenças que desencadeiam resposta humoral). É uma proteína que não atravessa a placenta ( por ser grande). É encontrada também na superfície dos linfócitos B de forma monomérica, realizando a função de receptor de antígenos.


IgA -
Representa 15-20% da simunoglobulinas do soro humano. No homem, mais de 80% da IgA ocorre sob a forma monomérica e está presente sangue nesta forma. A IgA é a imunoglobulina predominante em secreções: saliva, lágrima, leite, mucosas do trato gastrointestinal, trato respiratório e genitourinário. Nestas secreções ela se une a um componente secretor (70.000 daltons), e forma a IgA secretora. Esta é composta por 2 unidades ( dimérica) ligadas a uma cadeia J unida na sua porção FC no componente secretor. A função desse componente é proteger a molécula das enzimas hidrolíticas (destrutivas). O principal papel da IgA é proteger o organismo de invasão viral ou bacteriana através das mucosa.


IgG
- É uma imunoglobulina monomérica simples de 150.000 daltons, cadeias pesadas tipo g, que perfaz 80% das imunoglobulinas do organismo. Esta igualmente distribuída nos compartimentos extracelulares e é a única que é normalmente atravessa a placenta. É o anticorpo principal nas respostas imunes secundárias e a única classe antitoxinas.


A região FC realiza ativação de complemento ( quando unida ao antígeno) e auxilia a fagocitose por se ligar a macrófagos. Com a ativação do complemento, há geração de quimiotaxia de neutrófilos, aumento da permeabilidade vascular e amplificação da resposta inflamatória.


IgE -
Está presente no soro em baixas concentrações. É encontrada na membrana de superfície de basófilos e mastócitos em todos os indivíduos. Tem um papel importante na imunidade ativa contra parasitas helmintos, atraindo os eosinófilos. 50% dos pacientes com doenças alérgicas tem altos níveis de IgE. A específica interação entre o antígeno e a IgE ligada no mastócito resulta em liberação de histamina, leucotrienos, proteases, fatores quimiotáxicos e citocinas. Esses mediadores podem produzir broncoespasmo, vasodilatação, aumento da permeabilidade vascular, contração de músculo liso e quimioatração de outras células inflamatórias ( eosinófilos p. exemplo).


IgD
- IgD está presente no soro em concentrações muito baixas. É encontrada na superfície de muitos linfócitos assim como IgM, onde provavelmente serve como receptor de antígeno. A função dela não está muito bem definida.


Implicações Clínicas das Classes de Immunoglobulinas Humanas:

Em certas patologias o nível de imunoglobulinas estará elevado ou diminuído. Isto pode servir como uma pista para o diagnóstico, somando a outras provas laboratoriais e exame clínico. Por tanto, quando estiver difícil de distinguir entre o diagnóstico diferencial, uma prova laboratorial pode revelar o mais correto. Neste caso, o nível de algumas classes de imunoglobulinas irá apontar para uma ou outra doença.


1. IgG


O nível de IgG estará aumentado em:


• Infecções granulomatosas crônicas ( ex. tuberculose, sífilis, paracoccidioidomicose...);
• Infecções em geral;
• Hiperimunização;
• Doença hepática;
• Desnutrição severa;
• Doenças associadas com desordens dermatológicas ou granulomas de hipersensibilidade;
• Artrite Reumatoide;


O nível de IgG estará diminuído em:

• Agamaglobulinemia;
• Aplasia linfoide;
• Deficiência de IgA ou seletiva de IgG;
• Mieloma IgA;
• Proteinemia de Bence Jones;
• Leucemia Linfoblástica Crônica;


2. IgM

O nível de IgM estará aumentado (adultos) em:


• Macroglobulinemia de Waldenström;
• Tripanosomíase - fase aguda;
• Actinomicose - fase aguda;
• Doença de Carrión (bartonelose);
• Malária;
• Mononuclease Infecciosa;
• Lupos eritematoso;
• Artrite Reumatoide;
• Desgamaglobulinemias;


Obs
. No recém-nascido, um nível de IgM acima de 20 ng /dl é uma indicação de estimulação do sistema imune in útero pelo vírus de rubéola, o citomegalovírus, sífilis, ou toxoplasmose.


O nível de IgM estará diminuído em:

• Agamaglobulinemia;
• Distúrbios linfoproliferativos(certos casos);
• Aplasia linfóide;
• Mieloma de IgG ou IgA;
• Disgamaglobulinemia;
• Leucemia de Linfoblastica Crônica;
3. IgA

• O nível de IgA estará aumentado em:


• Síndrome de Wiskott-Aldrich;
• Cirrose (a maioria dos casos);
• Certas fases das doenças do colágeno e autoimune, como artrite reumática e lúpus;
• Infecções Crônicas não baseadas em deficiências imunológicas;
• Mieloma de IgA;


O nível de IgA estará diminuído em:


• Telangiectasia ataxia hereditária;
• Deficiência Imunológica (por exemplo, disgamaglobulinemia, agamaglobulinemia congênita e adquirida, e hipogamaglobulinemia);
• Síndromes de Malabsorção;
• Aplasia Linfoide;
• Mieloma de IgG;
• Leucemia Linfoblastica Aguda;
• Leucemia Linfoblastica Crônica;


4. IgD

O nível de IgD estará aumentado em:


• Infecções Crônicas;
• Mieloma de IgD;


5. IgE

O nível de IgE estará aumentado em:


• Atopias da pele, como eczemas;
• Febre de Feno;
• Asma;
• Choque Anafilactico;
• Mieloma IgE;


O nível de IgE estará diminuído em:

• Agamaglobulinemia Congênita;
• Hipogamaglobulinemia devido a metabolismo defeituoso ou síntese de imunoglobulinas.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER