Gestão de Pessoas no Século XXI

Gestão de Pessoas no Século XXI
ADMINISTRACAO
A globalização e a aceleração tecnológica estão tornando o mercado cada vez mais competitivo. As organizações estão evoluindo impulsionadas pelas constantes mudanças externas.

Para permanecerem competitivas e eficazes, à longo prazo, as empresas precisam gerir mudanças em seus produtos, serviços, estratégias, tecnologias e, sobretudo, possuir uma equipe de colaboradores bem treinados e capacitados para o novo contexto global.

"As empresas de sucesso no século XXI serão aquelas que conseguirem captar, armazenar e alavancar melhor o que seus empregados sabem." Lewis Platt - CEO da HPa

"As pessoas constituem o principal ativo da organização. Daí a necessidade de tornar as organizações mais conscientes e atentas para seus funcionários. A Gestão de Pessoas é função que permite a colaboração eficaz das pessoas para alcançar os objetivos organizacionais." (Chiavenato, 2005)

Sendo assim, o desempenho de uma organização e sua excelência operacional dependerão principalmente das competências de seus colaboradores. As competências essenciais de uma organização são a expressão das competências que os seus membros possuem. Investir no desenvolvimento dos seus colaboradores significa investir no desenvolvimento da organização.

O sucesso de uma empresa depende das pessoas que compõe a equipe de trabalho. A gestão de competências torna-se um grande diferencial competitivo porque busca desenvolver cada colaborador em três áreas fundamentais: conhecimento (saber), habilidade (fazer) e atitude (ser).

O mapeamento individual de competências revela os Gap's de competências de cada componente da equipe de trabalho e aponta quais são as necessidades específicas de treinamento. O Gap de competências é a lacuna que existe entre o perfil ideal de competências do cargo ou função, e as competências do colaborador, ou seja, o que o colaborador precisa adquirir ou desenvolver de conhecimento, habilidade e atitude para o seu melhor desempenho profissional.

A empresa precisa possuir um desenho de todas as suas funções ou cargos especificando as competências necessárias. Este cadastro auxiliará o gestor no momento de recrutamento, seleção e contratação de novos colaboradores. É fundamental também possuir o perfil individual de cada colaborador da empresa, pois será utilizado no momento de traçar os treinamentos anuais, composição de equipes de trabalho, liderança de projetos, promoções de pessoas, etc.

A gestão eficaz de pessoas visa desenvolver com excelência as seguintes etapas: selecionar e contratar, aplicar segundo as competências individuais, recompensar, desenvolver, manter e monitorar. É necessário ressaltar que a qualidade de vida no trabalho aumenta a produtividade do colaborador e auxilia a retenção de talentos.

Um bom gestor de pessoas estará atento ao clima organizacional e periodicamente fará pesquisas e reuniões de avaliação do nível de satisfação dos colaboradores. Ao identificar insatisfações deverá agir imediatamente com medidas que garantam a saúde emocional da equipe de trabalho.

A recompensa do colaborador não deve se limitar apenas ao salário, mas também a sua valorização e realização pessoal completa. A empresas que investirem o melhor em seus colaboradores, receberão como resultado o melhor de suas competências.

Danyelle da Silva Novaes
Dany Novaes: Graduada em Gestão de RH, MBA em Gestão Empresarial, Pós-graduada em Docência do Ensino Superior, Curso Superior de Complementação em Empreendedorismo e Inovação na UFF e Formação Empretec do Sebrae. Diretora da Empresa Moving On Consultoria e Treinamentos. Atuo nas áreas de: Consultoria, treinamento, workshops, recrutamento e seleção de pessoas.
Seja um colunista
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER