A importância da Motivação para alcançar resultados

A importância da Motivação para alcançar resultados
ADMINISTRACAO
Comecemos compreendendo que, para traçar objetivos de vida, são necessários motivos ou razões que são diferentes para cada indivíduo e que, em momentos diferentes da vida, eles se alteram.


ATENÇÃO: Ninguém encanta ninguém, se não estiver convencido do seu próprio encanto. Ou, numa definição mais técnica: ninguém motiva alguém, se esse alguém não estiver motivado.


“Podemos carregar a bateria de uma pessoa, depois recarregá-la e tornar a carregá-la mais uma vez. Mas somente quando ele tiver o seu próprio gerador é que podemos falar de motivação”. (F. Herzberg)


A energia que buscamos inconscientes no dia-a-dia, é resultado direto do conhecimento que possuímos de nós mesmos. A percepção da realidade é o nosso entendimento do mundo. Com os sentidos, decodificamos as mensagens externas que recebemos, compreendemos os acontecimentos ao nosso redor. Com essas mensagens, condicionamos o comportamento e podemos nos posicionar estrategicamente, a fim de alcançarmos nossos objetivos. Esse posicionamento, associado à ação, conduz ao objetivo. Isso é Motivação.
Separando a palavra motivação, vimos que necessitamos de razões para agir, mas não é tão simples assim. A motivação pode ser concebida como conjunto de condições responsáveis pela variação da intensidade, qualidade e direção do comportamento. É o esforço exercido para alcançar algo.


A motivação é uma as principais responsabilidades da liderança e impulsiona o comportamento humano, contribuindo para o bom desempenho pessoal no trabalho coletivo.


MOTIVAÇÃO = MOTIVO + AÇÃO


Você pode concluir que motivação:


Os desejos ou necessidades gerados, que levam os indivíduos a buscarem estímulos que os satisfaçam;


O conjunto de forças que levam as pessoas a agirem de determinadas formas para satisfazerem suas necessidades ou desejos.


Possuir os conhecimentos, habilidades necessárias (saber) e comprometer de forma adequada (fazer). Acreditar em si mesmo e no que faz é fator fundamental para haver motivação.


O líder precisa saber que:

• A motivação de um liderado depende da força dos seus motivos e nasce das suas necessidades interiores;
• Essas necessidades são individuais, determinadas pela personalidade, pelos traços biológicos e psicológicos, pelas vivências e pelas aprendizagens adquiridas;
• Estimular, incentivar pessoas e grupos para que busquem, compreendam e acionem as suas energias interiores é papel do líder que sabe que, em uma organização, as mudanças verdadeiras e duradouras só acontecem de dentro para fora
.

Motivação no trabalho está mais relacionada ao motivo pelo qual se realiza o próprio trabalho do que pela sua operacionalização. Assim a motivação está diretamente relacionada com a criação e coma a aprendizagem e não apenas com a repetição de procedimentos e produção.


Motivo: tudo aquilo que impulsiona a pessoa a atingir de determinada forma um compromisso específico. O impulso pode ser provocado pelo estímulo externo (ambiente) ou interno (interesses). São os “porquês” do comportamento.


Como você finalizaria este tópico, sabendo que a motivação individual e grupal será o resultado do relacionamento de três fatores?


Atitude: É um conjunto de conceitos aceitos por uma pessoa. É interno. É aquilo em que a pessoa acredita, é norma de procedimento, propósito.


Conhecimento:
É o aprendizado, o desenvolvimento adquirido por uma pessoa, após um esforço interno e externo de treinamento. É o que a pessoa sabe.


Comportamento
: É um conjunto de ações executadas por uma pessoa. É externo. É o que a pessoa faz.


Quando você encontrar uma pessoa que julgar desmotivada, considere que ela:
Acredita (atitude positiva), mas não possui o treinamento (conhecimento adequado, não sabe), e por isso não faz;


A pessoa possui o conhecimento (sabe), mas não acredita no processo (atitude), e por isso não faz.


Para o líder é importante:


1.Trabalhar os indivíduos, para que eles possam participar: treinando-os operacionalmente (o saber) e em suas atitudes (o acreditar);
2. Valorizar o trabalho de todos e estimular a distribuição de responsabilidades;
3. Delegar e dividir o poder.


“Quando eu uso a força do desejo, consigo criar novos sonhos e oportunidades com meus esforços; aceito os desafios, supero todos os obstáculos, limites e barreiras. Passamos a ser admirados pelos outros, mas o que fica realmente é o enorme prazer de dominar o mundo, muito mais do que por ele ser dominado. É muito bom ter ideias, sonhos e agir com toda força e firmeza para realizá-los com liberdade e independência. E o mais interessante é que, quanto maior é a nossa autonomia, nossa força pessoal, mais amigos e admiradores aparecem. São as outras pessoas que nos dedicam seu tempo, quando nos tornamos movidos pelo furacão do desejo interior. Chegamos à excelência e miramos a perfeição que é nossa meta final. Temos de nos obstinar a fazer o que sonhamos e queremos.”

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER