CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Antimicrobianos em Farmacologia Veterinária

Artigo por Colunista Portal - Educação - terça-feira, 19 de março de 2013

Tamanho do texto: A A

Os antimicrobianos são frequentemente usados na rotina do médico veterinário
Os antimicrobianos são frequentemente usados na rotina do médico veterinário
Os antimicrobianos são frequentemente usados na rotina do médico veterinário. São substancias usadas para combater micro-organismos e são divididas em antibióticos e quimioterápicos. Os antibióticos são substancias químicas produzidas através de microrganismos e os quimioterápicos são produzidos em laboratório.

Para escolher o antimicrobiano deve-se sempre que possível identificar o agente etiológico. Quando não for possível é importante observar o quadro clinico, localização do processo infeccioso, idade do animal. A posologia e a duração do tratamento bem como as condições do paciente devem ser cuidadosamente avaliadas para que se obtenha um bom resultado do tratamento escolhido.

Antibióticos

B-Lactâmicos (Penicilinas e Cefalosporinas)

Esses antibióticos são bactericidas. Atuam impedindo a síntese da parede celular, mas não têm qualquer efeito sobre a parede celular já formada. Devem ser usados na fase em que as bactérias estão se multiplicando.

Fazem parte desse grupo as penicilinas e as cefalospotrinas. As penicilinas podem ser consideradas pouco tóxicas, mas podem ocasionar reações alérgicas que são raras na Medicina Veterinária e comuns em seres humanos.

As penicilinas se distribuem por vários tecidos e não são biotransformadas pelo organismo. São eliminadas pelos rins. Cefalosporinas são mais caras o que muitas vezes limita seu uso na medicina veterinária. Tem mecanismo muito semelhante às penicilinas.

Aminoglicosídeos


Nesse grupo está a estreptomicina, neomicina, paramomicina, canamicina, espectinomicina, gentamicina, sisomicina, ribostamicina, entre outros. Esses antibióticos são muito usados na rotina do médico veterinário. Atuam principalmente sobre micro-organismos Gram-negativos interferindo na síntese proteica bacteriana. As proteínas são formadas com defeito. São biotransformados no organismo, ligam-se pouco às proteínas plasmáticas e são eliminados pelos rins através de filtração glomerular.

Polimixinas


São antibióticos bactericidas, atuam principalmente em Gram-negativos e interferem na seletividade da membrana plasmática bacteriana.

Bacitracina


Seu uso limita-se à aplicações tópicas.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.