artigo

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 - 16:52

Tamanho do texto: A A

Teste de Knott e Teste do Filtro - Dirofilariose (Dirofilaria immitis)

por: Colunista Portal - Educação

O teste de Knott é um método para detecção de microfilárias
O teste de Knott é um método para detecção de microfilárias
O teste de Knott é um método de concentração para detecção de microfilárias, este teste é considerado o preferido para triagem de dirofilariose por ser rápido, barato e padronizado.

Para a técnica é necessário coletar a amostra de sangue em uma seringa contendo um anticoagulante, como heparina ou EDTA. A seguir, deve-se misturar 01 ml de sangue com 09 ml de formalina 2%. Deve-se misturar bem a fim de provocar hemólise, pois a presença dos eritrócitos geralmente dificulta a interpretação do exame. A concentração da formalina, a 2%, faz com que apenas as microfilárias sejam fixadas e não os eritrócitos, o que aconteceria caso se utilizasse formalina 10%, concentração utilizada para fixação de tecidos.

Então a mistura deve ser centrifugada a 1200 rpm por cinco minutos e o fluido sobrenadante desprezado. Ao sedimento deve-se adicionar uma gota de azul de metileno 0,1%, misturando bem, para a seguir transferi-lo para uma lâmina de microscopia. Para a transferência pode-se utilizar uma pipeta de Pasteur com o objetivo de utilizar toda a amostra. O sedimento corado deve ser examinado em aumento de 100x, as microfilárias estarão fixadas em posição estendida.

Alguns laboratórios veterinários utilizam alternativamente um filtro para capturar as microfilárias e então examinar a amostra no microscópio. Esta técnica pode ser mais rápida que a de Knott, mas a identificação das microfilárias é geralmente mais difícil.

Existem inclusive kits comerciais disponíveis com filtros, soluções de lise e colorações. No entanto, o Teste do Filtro pode ser realizado com componentes individuais. A solução de lise recomendada é a formalina 2% devido às outras soluções poderem causar alteração do tamanho da microfilária.

Para o Teste do Filtro deve-se misturar 01 ml de sangue com 09 ml da solução de lise em uma seringa. A seringa será então conectada e esvaziada em um suporte contando um filtro com  5mm de tamanho de poro. A seguir, deve-se preencher a seringa com água e novamente esvaziá-la no filtro para lavar os debris, e então repetir o processo com ar na seringa. Por fim, desconectar e remover o filtro com auxílio de pinça colocando-o em uma lâmina de microscopia, adicionar uma gota de azul de metileno 0,1%, cobrir com uma lamínula e observar em aumento de 100x. 

Os testes de Knott e do Filtro podem apresentar cerca de 20% de resultados falso-negativos, que representam casos positivos amicrofilarêmicos. Para o diagnóstico desses casos serão necessários outros testes.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.

Veterinária