CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Rouparia de um Empreendimento Hoteleiro: Conceitos e Organização

Artigo por Colunista Portal - Educação - sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Tamanho do texto: A A

Todo hotel possui em suas dependências vários tipos de roupas
Todo hotel possui em suas dependências vários tipos de roupas
Os hotéis contemporâneos possuem uma estrutura que privilegia a comodidade do hóspede e facilita o trabalho dos funcionários, gerando produtividade. O setor da rouparia está envolvido neste processo, porque, à primeira vista parece algo sem importância, mas, recorrendo ao conhecimento popular “a corrente precisa de seus elos”, não se pode deixá-lo de fora da boa governança.

Se não houver uma separação das funções de lavanderia e rouparia, corre-se o risco de um hóspede receber a roupa mal cuidada; um lençol que terminou de ser passado, sofre um dano; ou um guardanapo se perder em meio às máquinas. Por isso, o enxoval do hotel será cuidado pela rouparia, que estará junto da lavanderia, para facilitar o trabalho de ambos os setores.

Geralmente, os hotéis urbanos são verticais, compostos de vários andares, enquanto os hotéis de lazer possuem vários blocos. Para facilitar o trabalho das camareiras, o enxoval dos andares, ou blocos, pode ser organizado de acordo com o número de apartamentos direcionado à função de cada uma, criando a rouparia do andar, ou rouparia do bloco, com as peças necessárias para a arrumação dos apartamentos, sem ter que recorrer à rouparia central, perdendo tempo na operação.

Estas rouparias devem ser trancadas e as chaves ficarão com o chefe de rouparia, a governanta e a camareira responsável pelos apartamentos. É um setor bem simples em que se destacam as funções:
• Organizar o trabalho do setor, visando a uma maior produtividade e cortando os processos desnecessários;
• Controlar as peças em uso, as peças em estoque e seu estado de conservação;
• Supervisionar o trabalho dos subordinados, procurando manter sintonia com a governanta e com o pessoal da lavanderia;
• Dar baixa nas peças inutilizadas, que servirão para limpeza, ou serão doadas aos funcionários. (SILVA, 2003, p. 29).

Neste sentido, a passadeira/costureira faz pequenos consertos nas peças do hotel ou dos hóspedes e também faz pequenos trabalhos passando estas roupas; o valete é quem recolhe e distribui as peças para os apartamentos, pode servir tanto para a lavanderia, quanto à rouparia; e o conferente, cuida dos uniformes dos funcionários, distribuindo e controlando a lavagem de cada uma delas.

Todo hotel possui em suas dependências vários tipos de roupas que deverão ser mantidas sob guarda da rouparia em estoque ou em uso, até que necessitem serem utilizadas, mediante solicitação do setor específico, estas que se dividem em uniformes dos funcionários; restaurante, com toalhas, cobre mesas, guarnições e guardanapos; bar, com as toalhas e cobre mesas; piscina, com as toalhas; eventos, com as toalhas de mesa, guarnições e guardanapos; e apartamentos, com os lençóis, cobre leitos, toalhas e pisos de banho.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.