CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Dia Internacional da Mulher

Artigo por Djalma moraes - segunda-feira, 4 de março de 2013

Tamanho do texto: A A

Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher
Resolvi escrever sobre este dia importante, mas, um tanto valorizado comercialmente. Sinto-me parte de cada uma de vocês, em parte por vir de uma família de mulheres guerreiras, em parte pela convivência com tantas e valiosas outras, no trabalho, na vida, nos estudos, que fui aprendendo um pouco, bem pouco por sinal, da química orgânica feminina, o que me fez sobreviver a alguns ambientes, onde só havia um representante da espécie masculina, quase em fase de extinção, EU.

Admiro mulheres que em silêncio fazem toda a diferença onde estão, admiro mulheres que desequilibraram a balança a seu favor, quando entraram em profissões ditas "masculinas" e mostraram toda sua capacidade e valor. Admiro e respeito toda a revolução que está acontecendo em vários segmentos da sociedade, este é o caminho para a inovação e a busca de uma nova diretriz para o planeta.

Agradeço a vocês por me permitirem aprender vivenciar esta experiência tão intensa e transformadora, que todos os dias vocês possam ser respeitadas, amadas, ouvidas, acompanhadas, cúmplices, amigas, parceiras, orientadoras, firmes e doces ao mesmo tempo, inquietantemente inovadoras, mas, acima de tudo, MULHERES!! Deixo aqui uma relação de mulheres, outras, que deixaram uma marca tão forte, que o tempo jamais apagará! Que elas sejam o exemplo para aquelas que sem esperança, se esquecem do dom maior que possuem.

Vejamos algumas delas: Viviane Senna, Zilda Arns, Irmã Dulce, Ada Rogato, Patrícia Galvão, Nair de Tefé, Chiquinha Gonzaga, Anita Garibaldi, Clarice Lispector, Leila Diniz, Rute Cardoso, Daiane dos Santos, Daniele Hypólito, Dilma Roussef, Hortência de Fátima Marcari, Maria Rita, Fernanda Montenegro, e entre tantas outras, Michelle Obama e Hilary Clinton. E, finalizando: Minha mãe Ana Moraes da Silva, que me ensinou a lutar pelo que quero, a respeitar e amar as pessoas ao meu redor, fazendo-as sentirem mais especiais ainda. Minha avó Dona Esméria, que mesmo sem saber ler, tinha tudo o que precisava para viver uma vida de grandes conquistas: inteligência, perspicácia, bom humor e humildade. Minha esposa Claris, a guerreira que trouxe luz à minha vida: lutadora, culta, corajosa, amiga, amada e amante, sempre presente, sempre participante. Minha filha Joyce, que sob frágil embalagem esconde uma mulher fortíssima, dona de um coração maravilhosa, extremamente mãe e carinhosa. Minha amigas, das quais não citarei nomes para não ser injusto.

Vocês me acolheram e me apoiaram, me ajudaram a construir meu conhecimento, dividiram seu tempo comigo, comemoram conquistas, compartilharam momentos dolorosas, mas, nunca se negaram a seguir comigo pelos caminhos da vida. A todas vocês, meu carinho, meu respeito e acima de tudo, minha admiração.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Djalma moraes

DJALMA MORAES Psicólogo (UNIA), Especialista em Jogos Cooperativos (UNIMONTE), Coach (IBC). Analista Pleno de Desenvolvimento, Consultor empresarial para a área de RH ministra cursos e palestras em universidades e empresas. Docente há mais de dez anos, já atuou em programas de formação empreendedora no SEBRAE, SENAC, SE