CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Desenvolvimento das crianças de 6 a 12 anos

Artigo por Colunista Portal - Educação - terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Tamanho do texto: A A

A escola surge nesta época como contribuidor fundamental para o crescimento da criança
A escola surge nesta época como contribuidor fundamental para o crescimento da criança
Os anos intermediários da infância, aproximadamente dos seis aos doze anos, são muitas vezes chamados de anos escolares ou período da meninice. Caracteriza-se como um período de cristalização, já que os seus desenvolvimentos são lentos, uniformes e proporcionam previsores razoavelmente estáveis das características da criança como jovem adulto. Embora a família continue a desempenhar um papel importante nos processos de desenvolvimento, a escola surge nesta época como contribuidor fundamental para o crescimento da criança. Não somente ela provê uma atmosfera para o desenvolvimento das habilidades cognitivas e acadêmicas, como também representa um ambiente em que os grupos de pares podem influenciar a socialização da criança (PAPALAIA & OLDS, 2006).


Desenvolvimento Físico

Segundo Papalaia & Olds (2006), o desenvolvimento físico não é tão rápido na terceira infância quanto nos períodos anteriores. Os meninos são levemente maiores que as meninas no início desse período, mas as meninas passam pelo surto de crescimento do que os meninos no final.


A obesidade é cada vez mais comum entre as crianças americanas. Ela é influenciada por fatores genéticos e ambientais e pode ser tratada. Já existe uma tendência mundial no sentido de alimentação a base de frutas e verduras, exercícios físicos sistemáticos, pois passou a ser preocupação de saúde pública. Cada paciente obeso custa muito aos cofres públicos apresentando quadros de hipertensão, diabetes, entre outras doenças.


O desenvolvimento motor permite que as crianças em idade escolar participem de uma gama mais ampla de atividades motoras do que os pré-escolares. Dos sete aos onze anos, as brincadeiras mais impetuosas diminuem à medida que as crianças envolvem-se em jogos com regras. As diferenças nas habilidades motoras de meninos e meninas aumentam à medida que chega a puberdade, em parte devido à maior força dos meninos e em parte devido a expectativas e experiências culturais (PAPALAIA & OLDS, 2006).


As doenças são menos comuns durante esse período do que nos estágios anteriores, embora se mantenham bastante regulares. Outros problemas de saúde incluem a obesidade e acidentes.


A obesidade parece ser causada por tendências hereditárias, ou por baixos níveis de movimentação ou exercício, além de dietas altamente gordurosas e calóricas. As crianças de hoje não têm tão boa forma quanto às de anos anteriores. É importante desenvolver hábitos e habilidades vitalícias para manter a boa forma (PAPALAIA & OLDS, 2006).


As infecções respiratórias e outros problemas de saúde comuns tendem a ter curta duração. A maioria das crianças dessa idade não tem problemas de saúde crônicos, mas a prevalência de tais males aumentou.


Desenvolvimento Motor

Comportamentos selecionados:

06 anos: As meninas são superiores na precisão do movimento; os meninos são superiores em ações menos complexas que envolvam força. Pular (com os dois pés) é possível. As crianças sabem arremessar com transferência de peso e passo adequados.

07 anos: Equilíbrio em um dos pés sem olhar torna-se possível. As crianças são capazes de caminhar sobre barra fixa de 5 cm de largura. As crianças são capazes de pular e saltar com precisão em pequenos quadrados. As crianças são capazes de executar polichinelos.

• 08 anos: Dispõem de poder de preensão de 5,4 kg. Faixa etária com o maior número de jogos nos quais ambos os sexos participam. As crianças podem executar saltos rítmicos alternados num padrão de 2-2, 2-3 ou 3-3. As crianças podem arremessar uma bola pequena a aproximadamente 12 metros.

• 09 anos: Os meninos são capazes de correr a uma velocidade de 5 metros por segundo. Os meninos são capazes de arremessar uma bola pequena a aproximadamente 21,3 m de distância.

10 anos: As crianças são capazes de avaliar e interceptar a trajetória de pequenas bolas arremessadas a distância. As meninas são capazes de correr a uma velocidade de 5,1 metros por segundo.

11 anos: Salto a distância de 1,5 metros é possível para os meninos; 15,2 cm a menos para as meninas.

12 anos: Salto em altura de 91 cm é possível.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.